Sergipanos chegam à final da Olimpíada de Língua Portuguesa

0
Finalista Ryan Victor (à esquerda) e o seu professor, Jorge Henrique durante solenidade. (Foto: Arquivo Pessoal)

A Olimpíada de Língua Portuguesa completou na última terça-feira (19) a fase semifinal do concurso e apresentou todos os finalistas nas cinco categorias de gênero textual. O estado de Sergipe terá dois alunos e seus professores na final que será realizada no dia 9 de dezembro, em São Paulo, quando serão conhecidos os vencedores nacionais. (veja abaixo a lista de finalistas).

A 6ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa recebeu 1.615 inscrições do estado de Sergipe. Além da rede estadual de ensino, o Programa teve adesão das secretarias de educação de todos os 75 municípios, totalizando 445 escolas. No Brasil, foram 171.035 inscrições nas cinco categorias por gênero textual, com adesão de todos os estados e de 4.876 municípios (87,5% do total), alcançando 42.086 escolas.

Desde o lançamento desta edição, em fevereiro, até a última terça-feira, foram dez meses de envolvimento de alunos e docentes com a produção de texto, escrevendo sobre o tema “O lugar onde vivo”, que propiciou aos estudantes estreitar vínculos com a comunidade e aprofundar o conhecimento sobre a realidade local.

A Olimpíada é realizada pelo Itaú Social e pelo Ministério da Educação (MEC) com coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec). O objetivo é apoiar os professores da rede pública no aprimoramento das práticas de ensino de leitura e escrita. A partir da metodologia do Programa Escrevendo o Futuro, os professores realizaram oficinas de produção de texto com os alunos do 5º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio.

O concurso conta com a parceria da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), da Fundação Roberto Marinho e do Canal Futura.

Alunos e professores finalistas de Sergipe:

“Categoria Artigo de Opinião”

Título: Muito barulho por nada

Aluno: Ryan Victor Santana Silva
Professor: Jorge Henrique Vieira Santos
Nossa Senhora da Glória /SE
Escola: Colégio Estadual Manoel Messias Feitosa

“Categoria Memórias Literárias”

Título: O dia que a égua desembestou
Aluna: Emilly Juliana Santana Santos
Professora: Martha Danielly do Nascimento Melo
Monte Alegre de Sergipe /SE
Escola: Escola Estadual Jose Inácio De Farias

Fonte: assessoria

Comentários