Sintrase: continua em greve até receber notificação

0
(Foto: Arquivo Infonet)

“Sem notificação a gente permanece em greve”, essa é a resposta de Waldir Rodrigues, diretor do Sintrase, à sentença dada pelo desembargador Luiz Mendonça na sexta-feira, 18, que determina o movimento grevista como ilegal.

Em sua decisão, o desembargador acatou argumentos da Procuradoria Geral do Estado que assumem que as tratativas entre o governo e o sindicato estavam em curso, ou seja, que a mesa de negociação ainda estava aberta e por isso, a greve seria abusiva.

Todavia, o movimento sindical enxerga a situação de forma oposta já que de acordo com Rodrigues se existe negociação esse de forma alguma beneficiaria os servidores públicos. “Se existe negociação, o que a gente pode dizer é que ela é improdutiva. É uma negociação unilateral, em que o governo impõe a sua própria vontade e a categoria fica estagnada”, declara e ressalta que o salário para os trabalhadores dos serviços públicos permanece abaixo do mínimo nacional.

Panelaço

Rodrigues informa ainda que as ações programadas para à quarta-feira, 23, seguem inalteradas. Às 8h os trabalhadores farão um panelaço em frente à Assembleia Legislativa e às 10h se reunirão no Instituto Histórico e Geográfico.

Fonte: Ascom do Sintrase

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais