Sintrase: greve chega há 54 dias com aulas prejudicadas

0

Categoria pede implementação do PCCV (Foto: Arquivo Infonet)

Nesta segunda-feira, 17, a greve dos servidores da administração pública do Estado completa 54 dias de paralisação. Categoria reivindica o pagamento do Plano de Cargos, Salários, Carreira e Vencimentos (PCCV). Segundo o Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público do Estado de Sergipe (Sintrase), por conta da greve, escolas estão com os serviços [limpeza, merenda e vigilantes] suspensos e os estudantes prejudicados.

“Há um avanço porque houve o pagamento da periculosidade dos vigilantes e o avanço na questão do estudo, ou seja, do estado ter se comprometido a estudar uma maneira jurídica de fazer o pagamento deste plano, mas tirando isso, a gente não percebe outro avanço mais completo. As escolas já sofrem com os baixíssimos números de servidores que é algo que o Sintrase vem denunciando há muito tempo porque não tem efetivo suficiente e com a greve a questão se agravou”, avalia o representante do Sintrase, Diego Araújo.

Ainda de acordo com o sindicato, aproximadamente 8.500 servidores estão paralisados em todo o estado. “Estávamos fazendo uma proporção de 8.500 servidores em greve e só estamos resguardando os 30%. Com essa paralisação estamos vendo que a população mais carente desse estado é quem está sofrendo, porque seus filhos estão ficando sem aula. Meu irmão é de escola pública, aluno esse que está as vésperas do Enem e que está prejudicado pela falta de limpeza, merenda e vigilância.

A categoria realizou uma assembleia na última quinta-feira, 13, e decidiu pela continuidade da greve dos servidores.

Protestos

Por conta da greve dos servidores da administração pública, muitas escolas estão prejudicadas. Uma delas foi à escola Estadual Dom Luciano José Cabral Duarte, onde indignados com a falta de servidores de limpeza, os alunos protestaram na porta da Seplag jogando lixo na sede do órgão.

Os alunos do Colégio Antônio Carlos Valadares também realizaram atos na porta da unidade escolar para protestar contra a falta de limpeza na unidade.

Seplag

Por meio de nota, a assessoria da Seplag informa que o Governo do Estado tem tido entendimento permanente com o Sintrase e tem evoluído nas discussões durante a greve, uma vez que o Sindicato tem acompanhado todas as medidas do Governo para priorizar a implantação dos Planos de Cargos.

Por Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais