Sistema da Informação – Opção para quem gosta de informática

0

Analistas de sistema em ação
Para quem gosta de lidar com computadores, uma boa opção é o curso de Sistema de Informação. O profissional da área trabalha com a automatização ou o chamado Sistema de Informação Computadorizado que é desenvolvido e aplicado no mundo das organizações, estudando a computação como atividade-meio, que alia pessoas às máquinas, dentro da coleta, processo, transmissão e difusão de dados que servirão de informação para o usuário ligados ao mundo da computação.

A área trás inter-relações com outras, como as Ciências da Computação, Economia, Administração, Sociologia, Direito, Ciência da Informação, Engenharia de Produção, entre outras.

Mercado de trabalho

Para aqueles que pretendem ingressar no curso, que tem duração de quatro anos, as opções de trabalho são variadas. O mercado oferece oportunidades na área de desenvolvimento de softwares. O profissional que atua neste campo é chamado de analista de sistemas, ou CIO, sigla em inglês para o termo Chefe do Departamento de Informação.

Rodrigo de Paula
O analista Rodrigo de Paula, explica que a área de trabalho em Sergipe oferece muitas oportunidades, até para quem ainda não se formou. “Tem muito estágio. Em minha época de formação não foi difícil encontrar uma vaga. E hoje ainda continua com um mercado amplo”, coloca.

Curso

A oferta pelo curso de Sistema da Informação iniciou em 1990 na Universidade Tiradentes (UNIT) e era conhecido anteriormente como Tecnologia em Processamento de Dados, a atual denominação entrou em vigor em  julho de 2000, de acordo o ofício número 7671/00 de 11 de julho de 2000, do Ministério da Educação e Cultura. Ano passado, a Universidade Federal de Sergipe também passou a ofertar 50 vagas para o curso.

Rodrigo de Paula, formado há seis anos pela UNIT, diz que o aluno ao iniciar irá aprender sobre a tecnologia da informática em geral. “Vemos algumas matérias de cálculo e lógica, não muito preciso como as pessoas que estudam Ciência da Computação, que são mais voltados à área de pesquisas acadêmicas, ou mais científicas. Nós estamos mais preparados para o mercado em si. Mesclando conhecimentos próprios para você ser um administrador”, explica.

Conselho

Uma pessoa leiga no campo da informática é um forte candidato a ter algumas dificuldades no andamento do curso. “Muitos que entram já trilham o caminho da informática. Se torna um pouco mais complicado para aquele que não conhece do campo”, diz Rodrigo. Ele explica que o que depende muito é a dedicação que o aluno dará ao curso.

 
Por Arnon Gonçalves e Carla Sousa

Comentários