Técnico em alimentos: mercado promissor

0

Mercado de panificação: um atrativo os interessados (Foto: Portal Infonet)

Cursos técnicos são uma saída para os interessados em uma formação voltada para o mercado de trabalho e que tenha curta duração em relação aos cursos universitários. Quer seja como um complemento à formação profissional ou como um 'trampolim' para o mercado de trabalho. Um número grande de pessoas procuram essa modalidade de ensino e as áreas ofertadas são variadas.

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) oferece hoje formação em mais de 10 áreas e uma delas é a de Alimentos e Bebidas. São quatro cursos que oferecem estudos básicos nas áreas de higiene, segurança no trabalho e matemática, além de estudo técnico de auxiliar de padeiro, auxiliar de confeitaria, auxiliar de processamento de leites e derivados e auxiliar de processamentos de carnes e derivados. Para se matricular numa das opções, os interessados devem ter cursado no mínimo até a oitava série do ensino fundamental.

Disciplinas

A coordenadora dos cursos de Alimentos e bebidas, Manuella da Silva Carvalho, considera que a formação técnica oferece diferenciais aos interessados. “Os cursos dessa área são bastante interdisciplinares, antes de cursarem as matérias específicas de, os alunos devem cumprir uma base de matérias como matemática aplicada, boas práticas de fabricação, análise de perigos e segurança alimentar”, explica.

Os cursos têm carga horária diferenciada a depender do interesse do aluno, podendo variar de 160h, um total de dois meses de aulas a 800h.

Dificuldades

A coordenadora dos cursos da área de alimentos e bebidas aponta uma dificuldade no desenvolvimento dos estudos. “Nossa metodologia busca um estudo dinâmico, mas nem sempre os alunos inscritos conseguem acompanhar. Tudo depende da base escolar que os alunos têm e como eles geralmente são novos, alguns assuntos, em especial os de matemática terminam oferecendo um grau de dificuldade avançada” fala.

Mercado de trabalho

Manuella Carvalho explica que os cursos são inter disciplinares

Quem se interessa em participar de um curso técnico na área de alimentos e bebidas, deve ter em mente que essa é uma área promissora no que se refere a mercado de trabalho. “O mercado de trabalho em Sergipe tem crescido em muitas áreas e as panificações acompanham esse ritmo. São muitos negócios precisando de gente qualificada e disposta a trabalhar, dificuldades para se encaixar no mercado existem, assim como em todas as áreas, mas nossos alunos têm um curso completo e ainda fazemos algumas parcerias, portanto não falta emprego”, afirma Manuella da Silva Carvalho.

Manuella Carvalho aponta para uma possibilidade para os que fazem os cursos técnicos da área de alimentos. “Muitos alunos nossos começam trabalhando em panificações e em pouco tempo já são proprietários de seus próprios negócios”. A coordenadora esclarece também que os cursos da área de laticínios e carnes têm mercado em forte expansão no interior do estado, já que muitas empresas crescem em Sergipe e recrutam funcionários que precisam residir fora da capital.

Por Caio Guimarães e Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais