TRT:Portadores de necessidades vão digitalizar processo

0

Tribunal Regional Eleitoral em Sergipe (Foto: Arquivo Portal Infonet)

A digitalização de processos do Tribunal Regional do Trabalho de Sergipe (20ª Região) será feita pelo Instituto Pedagógico de Apoio à Educação do Surdo de Sergipe (Ipaese). Ontem (9), o TRT  assinou um contrato com a instituição para que o procedimento seja realizado por portadores de necessidades especiais indicados pelo Ipaese.

Com a parceria, o tribunal passa a ser o primeiro órgão público do Poder Judiciário de Sergipe a firmar contrato com essa finalidade. Ao todo, vão trabalhar no processo de digitalização oito portadores de deficiência auditiva e mais um supervisor que coordenará as atividades, todos com formação básica em Informática. Serão digitalizados 2.088 processos, cada um com média de 200 folhas, o equivalente a cerca de 1 milhão de folhas.

O contrato, que tem validade de um ano, foi assinado pelo presidente do TRT de Sergipe, desembargador Jorge Cardoso, e pelo presidente do Ipaese, Elias Souza. ''Estamos contribuindo, de forma responsável, com o processo de inclusão dessas pessoas'' lembrou Jorge Cardoso. ''Só temos a agradecer ao TRT pela oportunidade de desmitificar a capacidade profissional dos surdos'', afirmou Elias Souza.

O processo de digitalização está entre as metas do Planejamento Estratégico Participativo do TRT.

Fonte: Ascom TRT/SE

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais