UFS cria novos cursos e oferece mais 400 vagas

0

A Universidade Federal de Sergipe vai oferecer mais de 250 novas vagas no Concurso Vestibular 2006 em cursos como Agronomia, Engenharia Florestal, Serviço Social, Ciências da Computação, Química, Letras e Física e já está estudando a criação dos cursos de Engenharia da Computação, Sistemas de Informação, Medicina Veterinária, Licenciatura em Computação, Arquitetura e Urbanismo, Engenharia em Aquicultura, Geologia, Engenharia Ambiental e Engenharia de Produção, que somente serão ativados a partir das devidas avaliações. No Vestibular 2005 foram oferecidas 2.010.

As novas vagas, entre as quais estão 50 do curso recém-criado curso de Zootecnia, foram disponibilizadas pelos departamentos durante a realização do seminário que discutiu, na semana passada, o Plano de Desenvolvimento Instituticional (PDI), conforme levantamento feito ontem pela Coordenadoria Geral de Planejamento (Cogeplan). Segundo o reitor da UFS, professor Josué Modesto dos Passos Subrinho, o PDI foi um instrumento bastante participativo, pois contou com a presença de todas as pró-reitorias e foi prestigiado com a presença de representantes de 17 departamentos.

A parceria da administração da UFS com os departamentos foi destacada pelo professor Josué Modesto. “Foi boa iniciativa dos próprios departamentos de disponibilizarem vagas, para que possamos abrir a nossa universidade para os estudantes que tanto precisam ter acesso ao ensino superior. Eles agora terão mais oportunidades e vamos continuar trabalhando no sentido de gerar mais vagas nos atuais cursos e naqueles que podem ser criados”, comentou o reitor, que está apostando no crescimento da UFS no Campus do Rosa Elze e no processo de interiorização, através do Plano de Expansão.

Josué Modesto explicou que o PDI não inviabiliza as ações do Plano de Expansão, que prevê, entre outras coisas, a criação de campi avançados nos pólos regionais de Nossa Senhora da Glória, Propriá, Estância, Lagarto e Itabaiana. “Amanhã (hoje) estou indo ao Ministério da Educação para tratar da consolidação dos cursos de Engenharia Elétrica, Estatística, Farmácia, Engenharia Florestal, Espanhol, Física Médica e Engenharia de Alimentos e pedir vagas para professores e a construção de laboratórios. Logo em breve teremos uma outra reunião no MEC, desta feita diretamente com o ministro Tarso Genro, para tratar do Plano de Expansão”, explicou.

A coordenadora Geral de Planejamento, Jenny Barbosa, explicou que durante o seminário que discutiu o Plano de Desenvolvimento Institucional foram apresentadas também sugestões para criar novos cursos de mestrado e de doutoramento. “A partir dessas sugestões, vamos desenvolver estudos para tornar os projetos executáveis”, disse, acrescentando que “há uma clara disposição dos professores em trabalhar o crescimento da Universidade Federal de Sergipe. Isso eles deixaram claro durante as discussões do PDI”.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais