Vigilantes encerram greve e liberam acesso a UFS

0
Sem salários, eles haviam bloqueado o acesso de carros a UFS (Foto: arquivo Portal Infonet)

Os vigilantes terceirizados da Universidade Federal de Sergipe já liberaram a entrada do campus São Cristóvão e reassumiram os seus postos de trabalho, segundo informações da Assessoria de Comunicação da UFS. A liberação ocorreu por volta das 14h30 desta sexta-feira, 27, após negociações com a reitoria e a Polícia Federal.

Em protesto ao atraso nos salários, vales transporte e tickets alimentação, os vigilantes mantiveram a entrada da UFS bloqueada para acesso de veículos durante a noite de ontem, 26, e a manhã de hoje, 27.

O vice-reitor André Maurício afirmou que “não há, da parte da universidade, qualquer sentimento de retaliação. Pelo contrário, entendemos a posição dos vigilantes e vemos que a reivindicação deles é lícita – não concordamos é com o fechamento da entrada, porque isso prejudica os nossos alunos, professores e técnicos.

A reitoria se comprometeu a conversar, na próxima segunda-feira, às 10h, com o Ministério Público do Trabalho sobre as possibilidades para que os salários em atraso sejam pagos o mais rápido possível aos trabalhadores. A UFS ainda pretende junto ao Ministério Público, a elaboração de um possível termo de ajustamento de conduta para a empresa em questão, bem como tomar as devidas providências legais em razão da prática de não pagamento dos salários aos vigilantes.

Durante o processo de negociação, a população universitária contou com rondas da Polícia Militar no entorno da Cidade Universitária. Uma comitiva da Polícia Federal também foi chamada, auxiliando na negociação para liberação da entrada, como também fez rondas dentro e fora do campus na manhã desta sexta-feira.

O Portal Infonet tentou ouvir o Sindicato dos Vigilantes, mas não obteve êxito. A equipe de reportagem continua à disposição através do email jornalismo@infonet.com.br e do (79) 2106 8000.

Com informações da UFS

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais