Vitória do Santa Maria suspende aulas

0

José Gomes Junior, diretor do Vitória do Santa Maria (Fotos: Carla Sousa/ Portal Infonet)
Por conta da falta de funcionários, alunos, pais e professores do Centro Educacional Vitória do Santa Maria decidiram suspender as aulas gerenciadas pela rede estadual de ensino a partir desta segunda-feira, 12. Na busca por uma saída, vários representantes da escola e estudantes estiveram na manhã de hoje no Ministério Público Estadual para apresentar o problema aos promotores da Educação.

 

A falta de funcionários, segundo o diretor da escola, inviabiliza a continuidade das aulas e compromete o padrão que a unidade de ensino conseguiu atingir. “A escola, nesse um ano de funcionamento, é um exemplo dentro daquela comunidade e tem o respeito dos alunos. Tenho medo que isso acabe”, afirma José Gomes Junior, diretor do Vitória do Santa Maria, que atualmente tem dois mil alunos por parte da rede estadual, e mais cerca de 700 da rede municipal que divide o mesmo espaço do Centro.
 

Desde a demissão dos funcionários terceirizados que não tiveram os contratos renovados, a unidade funciona em precárias condições. Apenas dois serventes estão trabalhando por turno,

Izabel Cristina, aluna da 4° série
quando o ideal seriam oito. Gomes relata que eles estão tendo que optar entre limpar a escola e fazer a merenda, já que não há merendeiras. Além disso, faltam vigilantes, oficiais administrativos e porteiros. 

 

“Queria que os funcionários que saíram voltassem. Tá sendo muito ruim sem eles. Não temos merenda, temos que estudar nas salas sujas e a frente da escola está uma imundice”, relata a estudante Izabel Cristina, aluna da 4° série.

 

Solução

 

A solução para os problemas do Centro Educacional está na convocação dos concursados da Secretaria de Estado da Educação (Seed). Segundo o promotor Luis Fausto Valois, desde o mês de março que o MP está tentando junto à secretaria resolver este problema. “O MP vem fazendo o seu papel. No dia 24 de março oficiamos a Seed para saber qual a data prevista para que os concursados sejam chamados, e ela nos informou que isso é de competência da Secretária de Administração”, declarou.

 

Fausto informou que a preocupação é com toda a rede estadual de ensino, já que a falta de funcionários não atinge só o Vitória do Santa Maria. De acordo com o representante do União dos Estudantes Secundarista de Sergipe (USES), diversas escolas vêm passando por problemas como este, inclusive os estudantes do Centro de Excelência do Atheneu estão sem almoço. “Temos que entrar num entendimento para que mais escolas não parem”, declarou Júnior, presidente da USES.

 

Uma reunião com representantes do Seed, Sead, da Procuradoria Geral do Estado e do MP foi marcada para a próxima sexta-feira, 16, às 9h, no Ministério Público Estadual.

*A matéria foi modificada às 17h para alteração de informações.

Por Carla Sousa

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais