Aniversário de 50 anos do Batistão é celebrado com homenagens

0

Em comemoração aos 50 anos da inauguração do Estádio Lourival Batista, o “Batistão”, o Governo de Sergipe programou um dia de comemorações alusivas ao estádio com foguetório, missa, premiação e jogos festivos durante toda esta terça-feira, 9. Mesmo com um cenário de chuva e ventos fortes, as solenidades foram iniciadas às 6h com foguetório e tiveram prosseguimento com missa aos funcionários e à imprensa, além de homenagem aos cronistas e radialistas que marcaram época a partir das transmissões no estádio e ao ex-governador Jackson Barreto, cuja gestão foi responsável por reformar e reinaugurar o Batistão.

As homenagens foram prestadas especialmente àqueles que participaram da histórica transmissão da inauguração do estádio em 9 de julho de 1969. Destacam-se os comunicadores Carlos Magalhães, Antônio Barbosa, José Canabrava de Mendonça, Raimundo Luís da Silva, Wellington Elias da Paixão, Cicero Barreto, Givaldo Batista, Reinaldo Moura, Gilvan Fontes, Antônio Menezes de Moura, Paulo Roberto da Silva Lima e Paulo Williams. Em 1969, quando foi inaugurado o estádio, uma partida amistosa marcou a memória de muitos sergipanos. O duelo foi protagonizado pelas seleções Sergipana e Brasileira, que à época contava com o santista considerado o maior jogador de futebol história: Pelé.

O craque, aliás, é um dos principais objetos de lembrança de quem estava presente no evento, a exemplo de Antônio Vieira, 59, que participou da homenagem representando o amigo e cronista esportivo Cícero Barreto, e conta detalhes da emoção vivida no jogo festivo, quando ainda era uma criança. “Eu tinha apenas 9 anos, mas foi maravilho e marcante”. Anos após o fatídico dia, Antônio tornou a encontrar Pelé em Aracaju em 1973 e ganhou uma recordação que faz questão de exibir com orgulho até hoje. “Tenho uma relíquia de Pelé, da última vez que esteve aqui [Aracaju], e me deu essa foto”, exalta.

Antônio Vieira exibe orgulhosamente captura da imagem autografada que recebeu de Pelé (Foto: Portal Infonet)

O evento é realizado pela Superintendência Especial de Esportes, que esteve representado pela superintendente Mariana Dantas. Em seu discurso, ela ressaltou o papel do Governo de Sergipe nas homenagens e salientou a importância do estádio para a fomentação do lazer e da esportividade sergipana. “O objetivo do Batistão é congregar, unir, trazer alegria e fazer as famílias voltarem a frequentar os estádios de futebol. A nossa arena é uma das praças esportivas mais importantes do país e a mais importante do nosso estado. Ela merece sim todas as comemorações.”, ressalta.

Com o discurso oficial da superintendente, o evento foi suspenso temporariamente até as 18h, quando haverá um novo jogo festivo entre as seleções de Sergipe e do Brasil. A primeira, terá craques marcantes da história futebolística do estado, e a segunda contará amigos do jogador Washington “Coração Valente”.

por Daniel Rezende

Comentários