Após derrota, diretoria decide manter treinador no Flamengo

0

Rio de Janeiro, RJ, 22 (AFI) – O técnico Celso Roth pode ficar tranqüilo. Pelo menos por enquanto. Mesmo com a derrota para o Juventude por 4 a 3 na quinta-feira pelo Brasileiro, a diretoria do Flamengo decidiu dar mais uma chance ao treinador, mas já dá sinais que se um novo tropeço acontecer diante do Coritiba no domingo, a cuíca vai roncar.

“A pressão no Flamengo é grande. É do tamanho do clube. Mas eu estou calmo e vou dar seqüência ao meu trabalho. As derrotas estão acontecendo por erros e não por falta de trabalho”, disse o técnico

Atacante que perde muitos gols é aplaudido
No jogo contra o Vasco, Jean deixou o campo chorando de alívio com a vitória rubro-negra. Nesta quinta-feira, o resultado foi diferente. O Fla perdeu para o Juventude, mas a torcida não deixou de reconhecer o esforço do atacante rubro-negro no segundo tempo, quando Fla chegou a estar perdendo por 4 a 1 e com um jogador a menos.

Jean chamou a responsabilidade para si, cresceu em campo no momento mais difícil da partida e ajudou na reação, dando passe para um dos gols.

“Tenho 12 anos de clube, sou flamenguista desde pequeno e fico feliz pelo carinho. Mas queria sair de campo vitorioso. Acho que temos que jogar assim. Se não conseguirmos no ataque, temos que correr. Se não der na técnica, temos que contribuir com muita luta” – disse Jean.

O zagueiro Júnior Baiano, autor de dois gols, concorda com Jean.

“A gente poderia até empatar. O Fla de parabéns pela luta, mas tem que jogar com um pouco mais de inteligência contra essas equipes que vêm jogar fechadinhas aqui”, alertou.

Para o jogo de domingo, o técnico Celso Roth já tem um desfalque certo. O ala-direito Leonardo Moura foi expulso e cumpre suspensão automática contra o Coritiba.

 

 

(Agência Futebol Interior)

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais