Aracaju recebe etapa do rali Nação 4×4 da Mitsubishi

0

Nação 4×4 da Mitsubishi ocorreu na Orla de Atalaia (Fotos: Portal Infonet)

Com direito a muito sol e calor, Aracaju recebeu na manhã deste sábado, 18, a 2ª etapa nordeste da Nação 4X4 do Mitsubishi Motorsports. O rali de regularidade que está em sua 18ª temporada reuniu 225 competidores de todo o país, divididos nas categorias graduados, turismo e turismo light, para um percurso que vai desde a Praia de Atalaia em direção ao sul do Estado.

Para Lourival Roldan, diretor de provas da competição, o evento está sendo um sucesso. “Atingimos um recorde no número de inscritos e a expectativa é que todo mundo aprove. Criamos um percurso divertido com locais bem propícios ao uso do 4×4 reduzido, onde você consegue utilizar todo o potencial do carro contornando lagoas, mata, subida, descida, trilhas sinuosas, barro e até reflorestamento”, explica o diretor.

Competidores vieram de todo o país

Sobre o planejamento do percurso, Lourival Roldan, afirma ter contado com o auxílio de pessoas da região. “Perguntamos as pessoas daqui sobre os melhores locais para a prova e todos indicaram que seria pelo sul. Junto com eles, fizemos um passeio, conhecemos rotas alternativas e procuramos montar um trajeto que caminhos ainda desconhecidos pela maioria das pessoas. Com ajuda, descobrimos verdadeiras pérolas escondidas”, conta.

Pela primeira vez no evento, o baiano Pablo Vieira não esconde o entusiasmo. “Comprei um jeep só para comparecer nesta prova, pois estou em busca de entretenimento e diversão. Sem falar que é legal participar de um esporte que reúne família e amigos”, comenta.

Competidores baianos estavam entusiasmados com a prova

Quem acha que o esporte é só para homens, está muito enganado. A corajosa Íris Márcia Diniz, natural de Brasília, é a prova viva de que mulheres podem e devem aderir à modalidade. “Infelizmente nesta etapa não tem a subcategoria dupla feminina, mas é a primeira vez que estamos competindo no Nordeste e as expectativas são as melhores. O lugar é lindo e tem belas paisagens, mas o difícil mesmo será encarar as dunas”, confessa.

Veterano, o pernambucano Paulo Fontes está pela 10ª vez na competição. “A gente entra para competir e ganhar, apesar do trajeto ser parecido e bem complicado, a gente tenta ao máximo. Hoje, o grande desafio é superar as dificuldades impostas pelas dunas e pela areia fofa”, destaca.

Competição

Mulheres também participaram do Rali

Os competidores estão divididos nas categorias graduados, para pilotos mais experientes, turismo, para duplas com experiência intermediária, e turismo Light, para os novatos. Após a largada na Praia de Atalaia, o trajeto envolve as areias de Caueira e Abaís, onde os competidores passarão por estradas sinuosas e estreitas, até o fechamento em áreas de reflorestamento e fazendas de camarão.

A Nação 4×4 da Mitsubishi também está envolvida no espírito de solidariedade e cidadania. Com a ação social Mitsubishi Pró-Brasil, já foram arrecadadas mais de 750 toneladas de alimentos, em doações através das inscrições, desde 1994. Os alimentos são arrecadados com os competidores que realizar a inscrição, competidores fazem a doação de 30 quilos de alimentos não perecíveis e seis produtos de higiene, que são destinados a associações da cidade onde as provas são realizadas.

A competição já passou por Maceió e, depois de Aracaju, seguirá para João Pessoa, em setembro, e Fortaleza, em outubro.

Por Verlane Estácio e Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais