Batistão pode servir como sede do Bahia na Série B

0

secretário Leó Filho
O Estádio Lourival Batista pode ser a sede do Bahia, no Brasileiro da Série B. Contatos nesse sentido já estão sendo mantidos entre autoridades dos dois estados. O secretário do Esporte e do Lazer, Leó Filho, já foi questionado sobre o assunto e se posicionou de forma favorável.

– Não houve ainda uma consulta formal pelos dirigentes do Bahia, mas pelo que tenho conhecimento, existe o interesse e o governador Marcelo Déda, já manteve contato com o governador da Bahia, Jacques Wagner, colocando nossa principal praça de esportes à disposição do Esporte Clube Bahia, revelou o secretário Leó Filho.

Dessa forma, o torcedor sergipano pode voltar no tempo e reviver o ano de 1970, quando o Bahia disputou no Estádio Lourival Batista, o extinto Torneio Roberto Gomes Pedrosa, o então Campeonato Brasileiro daquela época. O Tricolor Baiano estréia na Série B, dia 09 ou 10 de maio, contra o Fortaleza.

Como os jogos da Série B são realizados as terças, sextas-feiras e sábado, não haveria choque com os jogos dos representantes sergipanos na Série C, que são realizados às quartas-feiras e domingos.

A decisão deve acontecer logo após o Carnaval, depois de uma reunião entre os técnicos da Secretária de Estado do Esporte Lazer de Sergipe, dirigentes do Bahia e da Federação Baiana de Futebol.

O impasse foi criado porque após o início das obras em Pituaçu, houve mudanças nas regras, com a exigência de concorrência pública, para a contratação de empresas, que vai impor ao governo do Estado um atraso de 30 a 60 dias na execução e conclusão das obras de liberação do Estádio de Pituaçu.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais