Campeões Pan-Americanos recebidos com festa no Aeroporto de Aracaju

0

Com justas homenagens, proporcionadas pelos seus patrocinadores, parentes e amigos, os karatecas sergipanos, Jurarez Conrado Dantas Neto, Mariana Mendonça Dantas e Yocan Jocelis, foram recepcionados no inicio da tarde de ontem, ao desembarcar no Aeroporto de Aracaju,m depois de terem participado com brilhantismo do Campeonato Pan-Americano de Karatê, realizado na cidade de Port Spaim, em Trinidad Tobago, entre os dias 08 e 11 de abril. O jovem karateca sergipano, Juarez Conrado Neto, 16 anos é Campeão Mundial de Karatê, ganhou medalha de ouro em Kata e de prata em Kumitê. Patrocinado pelo Banco do Estado de Sergipe, Juarez já possui em seu currículo, os títulos de tri-campeão sergipano e bi-campeão brasileiro, com a terceira colocação no Pan-Americano no Uruguai, em 1999; campeão Pan-Americano na Colômbia, em 2001; vice-campeão mundial em Birmingham, na Inglaterra, em 2002 e campeão mundial na África do Sul, em 2003. Por outro lado a karateca, Mariana Dantas, 18 anos, exultava de alegria, pois essa foi a sua segunda primeira participação na categoria adulta e conquistou medalha de prata no kumite e Yoakan Jocelis, também patrocinado pelo Banese atuou como técnico e chefe da delegação, tendo papel importante com suas orientações junto ao tatame, para vitória da equipe. A emoção tomou conta dos presentes, durante a recepção dos atletas, em especial, no momento em que o karateca Juarez Conrado Neto ofereceu a medalha de ouro ao seu avô, o jornalista Juarez Conrado, que aos 74 anos não se continha de tanta felicidade. “Esse é o meu neto. Fico honrado com suas atitudes. Sua determinação, caráter e vontade de querer vencer com profissionalismo e ao mesmo tempo, respeitando seus adversários são motivos de orgulho para toda família”, disse Conrado. Já a segunda medalha, a de prata, Juarez fez questão de dedicar ao Banese, que na oportunidade foi representado pelo gerente de marketing institucional, Marcelo dos Santos. “Quero dedicar essa medalha à instituição que acreditou no meu ideal, em especial ao presidente, Jair Araújo e toda diretoria que não mediram esforços para aprovação do meu contrato”. A próxima etapa de Juarez é disputar em 2006, no Japão, o título de campeão mundial.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais