Chamusca diz que não esperava queda tão grande de rendimento

0

O técnico do São Caetano, Péricles Chamusca, reconheceu nesta quinta-feira que sua equipe apresentou uma “pequena instabilidade”, ontem, no Morumbi, no complemento da partida contra o São Paulo interrompida na semana passada devido à morte do zagueiro Serginho.

Apesar do pouco tempo de jogo (31 minutos, mais os acréscimos), as duas equipes encontraram espaço para marcar seis gols -o São Paulo venceu por 4 a 2. A defesa do São Caetano, a melhor do atual Brasileiro com 34 gols, computados os levados ontem, não esteve bem.

“Na verdade, houve uma pequena instabilidade. Acho que os jogadores sentiram o fato de voltar ao mesmo local onde tudo aconteceu. Para mim, foi uma situação difícil. Acho que, para os jogadores, o sentimento foi ainda mais intenso”, disse Chamusca.

A partida de ontem foi a primeira do São Caetano após a morte de Serginho -o jogo contra o Paraná, marcado para o último domingo, passou para o próximo dia 10.

Chamusca, no entanto, disse que não esperava que, em campo, seu time fosse sentir tanto a perda de Serginho. “Os jogadores tiveram uma atitude positiva nos treinos e também no vestiário, antes de entrar em campo. Mas, no momento do jogo, as coisas não aconteceram da forma como imaginávamos”, completou.

O São Caetano ocupa a quinta colocação do Nacional, com 65 pontos, sete a menos do que o líder Santos, embora tenha disputado uma partida a menos.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais