Complexo Desportivo da II Etapa da Nova Orla homenageia Jorge Trindade

0

A exemplo do que aconteceu com o Complexo Desportivo da Primeira Etapa das obras de revitalização da Nova Orla de Atalaia, quando homenageou ao desportista Alberto Menezes, o governador João Alves Filho inaugura no dia 12 de março, o Complexo Desportivo da II Etapa da Nova Orla. Na oportunidade, o governador estará homenageando o professor Jorge Trindade, um dos maiores nomes do Handebol Sergipano, colocando o seu nome naquele equipamento desportivo. O Complexo Desportivo da Segunda Etapa da Nova Orla é composto de uma quadra de Handebol e uma de Futsal, com medidas oficiais e um parque infantil.

A escolha do nome do professor Jorge Trindade foi bem aceita pela comunidade esportiva, principalmente os professores de Educação Física, contemporâneos do homenageado. Para o professor Manoel Luiz Oliveira, presidente da Confederação Brasileira de Handebol, foi uma escolha muito feliz, porque se resgata a memória de um dos mais completos desportistas sergipanos. “Em muito boa hora, o governador João Alves Filho resolveu prestar essa homenagem a Jorge Trindade, um dos mais completos desportistas do estado de Sergipe, quer seja como atleta, professor ou técnico”, disse Manoel Luiz.

HISTÓRICO

O professor Jorge Luiz Trindade Santos foi aluno do Colégio Estadual Atheneu Sergipense e por diversas vezes, campeão dos Jogos da Primavera. Jorge, foi ainda atleta da Seleção Sergipana, nos Jogos Escolares Brasileiros – JEB’s – capitão da equipe e 4º lugar do Brasil em 1978. Como atleta da Seleção Universitária de Sergipe foi vice-campeão dos Jogos Universitários Brasileiros – JUB’s, em 1985, sendo também o capitão da equipe

Das seleções estudantis, Jorge passou a defender a Seleção Sergipana Adulta – Federação Sergipana de Handebol, também como capitão da equipe. Foi Atleta do Iate Clube de Aracaju (capitão da equipe – 3º lugar na Taça Brasil de Clubes Campeões).

PROFESSOR E TÉCNICO

Como professor e técnico de Handebol, Jorge Luis lecionou no Colégio Estadual Atheneu Sergipense, sagrando-se campeão dos Jogos da Primavera por diversas vezes. Foi professor do Colégio Visão, também sagrando-se campeão dos Jogos da Primavera. Foi ainda técnico da equipe feminina do Iate Clube de Aracaju, diversas vezes campeão sergipano e 3º lugar do Brasil em 1986.

Teve uma passagem como técnico da Associação Atlética Banese, diversas vezes campeão sergipano. A nível nacional foi membro da comissão Técnica da Seleção Brasileira Júnior Feminina de Handebol, campeão Pan-americano em 1996, sendo ainda membro da comissão Técnica da Seleção Brasileira Júnior Feminina, 12º lugar no Campeonato Mundial em 1997

 

 
 
 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais