Confederação de Remo fará a Assembléia Geral em Aracaju

0

Pouco a pouco, o Presidente da federação Sergipana de Remo, o professor George Oliveira vem conseguindo dar uma nova feição a esse esporte no estado de Sergipe. Além dos eventos realizados na temporada passada, George Oliveira está usando o seu prestigio junto à Confederação Brasileira de Remo, para reivindicar alguns benefícios para o remo sergipano. Dentre essas reivindicações, George Oliveira conseguiu junto ao presidente da CBR Rodney Bernardes, realizar a Assembléia Geral Ordinária da entidade em Aracaju no mês de março. Segundo informações do próprio George Oliveira, estarão em Aracaju os representantes das 13 federações estaduais, discutindo os problemas do remo brasileiro. “Será um evento de grande importância para o esporte sergipano e de modo geral, para o desenvolvimento turístico do estado. Por outro lado será uma boa oportunidade também para que como presidente da FSR possamos reivindicar alguns benefícios para o remo sergipano”, lembrou George Oliveira. CURSO A partir do dia 03 de fevereiro, a Federação Sergipana de Remo estará promovendo na garagem náutica do Cotinguiba, no Parque dos Cajueiros um curso de prática e iniciação de remo, direcionado para ambos os sexos. Segundo informou George Oliveira, o curso será ministrado pela professora Maria Cláudia Figueiredo Rodrigues, que é capacitada e habilitada pela CBR, para ministrar cursos dessa natureza. As inscrições encontram-se abertas, na Federação de Remo e no Parque dos Cajueiros. Todas as ações da Federação Sergipana de Remo nesta temporada contam com o apoio do governo do estado, através do Departamento de Educação Física, da Secretaria da Educação, que tem à frente a professora Evânia Gomes. As aulas serão realizadas das 07:00 às 08:30 horas com matérias teóricas e práticas. Nas aulas práticas serão utilizados o tanque de remo e as águas do Rio Poxim. Para isso a FSR está conseguindo junto a CBR, recuperar oito barcos que serão utilizados nas escolinhas de remo e nos demais projetos, a serem colocados em prática pela FSR, na atual temporada. Para George Oliveira, 2004 será o ano da renovação e afirmação do remo sergipano como esporte.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais