Confiança quer largar na frente

0

Apesar dos problemas de contusão, o técnico do Confiança, Jorge Replay, disse que a equipe tem plenas condições de sair com o resultado positivo diante do Amadense, no próximo domingo, contra o Amadense, pela primeira rodada do segundo turno do Campeonato Estadual. Replay afirmou que o time vai buscar o resultado porque joga no Batistão e com apoio da torcida não menosprezando o adversário que já demonstrou ter qualidades no jogo de ida em Cristinápolis. “ O nosso principal objetivo é vencer para assumir a liderança do segundo turno, pois os arqui-rivais Itabaiana e Sergipe se encontram logo na primeira rodada”, disse o treinador, ressaltando que se não houver vencedor no clássico e Dragão passar pelo Amadense, as chances de ocupar a liderança aumentam cada vez mais. Para atingir os objetivos, Jorge Replay espera contar com os laterais Jaedson e Franklin, o zagueiro Nei e Gil. Os três atletas estão entregues ao departamento médico. Os dois primeiros sentem dores no joelho. Já Nei reclama de uma contratura muscular, enquanto que Gil se recupera de uma lesão na panturrilha. O meio-atacante Luciano está acometido de uma forte gripe, mas deve jogar. Nem mesmo o presidente Daniel Bispo escapou. Ele está também gripado, no entanto, garante que estará presente domingo, no Batistão, para levantar a taça de campeão do primeiro turno. Jorge Replay comandou um treino técnico e tático, na tarde de ontem, no Estádio Sabino Ribeiro. Ele exigiu dos atletas mais acertos no passe, um fundamento importante para quem quer vencer os jogos. “ Se a nossa equipe melhorar o passe, a possibilidade de alcançar as vitórias será bem maior”, disse Replay, ressaltando que o Confiança não pode perder pontos para os clubes considerados pequenos e médios, pois esses pontos farão falta no futuro. O treinador proletário ressaltou que quando se fala em time pequeno é no papel, mas na pratica a realidade pode ser diferente. Ele citou o exemplo do São Caetano que acabou eliminando o favorito São Paulo. Por isso, Replay fez questão em dizer aos jogadores proletários que respeitem o Amadense, mas não deixem de brigar pela vitória.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais