Copa do Mundo feminina: Brasil perde para a Austrália por 3 a 2

0
(foto: assessoria/ CBF)

Nesta quinta-feira, 13, pela segunda rodada da Copa do Mundo de futebol feminino, o Brasil foi superado pela Austrália por 3 a 2 no estádio de la Mosson, em Montpellier, França. Os gols da Canarinho foram marcados por Marta e Cristiane.

Mesmo com a derrota, a Seleção permanece na liderança do grupo com três pontos. O próximo compromisso do time brasileiro será diante da Itália, no último jogo da primeira fase. A partida será na terça-feira,18, às 16h – horário de Brasília -, em Valenciennes.

O jogo

O Brasil fez um primeiro tempo muito superior ao da Austrália, e saiu para o intervalo vencendo por 2 a 1. O primeiro gol nasceu de boa troca de passes, de pé em pé, até Tamires encontrar Letícia Santos, que foi puxada pela camisa por Knight dentro da área: pênalti. Na cobrança, Marta bateu com categoria, deslocando a goleira Willians: Brasil 1 a 0.

O segundo gol saiu aos 38. Após se livrar da marcadora Gielnik, Tamires tocou para Debinha, que foi à linha de fundo e cruzou. Cristiane subiu mais alto que a defesa australiana e cabeceou no canto, no contrapé de Willians, e ampliou: Brasil 2 a 0. Mas, nos minutos finais, a Austrália começou a oferecer perigo nas bolas aéreas. E foi em uma delas que, aos 46 minutos, acabou marcando com Foord, que apareceu na pequena área e empurrou para o fundo da rede de Bárbara: 2 A 1.

O técnico Vadão promoveu duas alterações no intervalo: colocou Ludmila e Luana respectivamente nas vagas de Marta e Formiga. A Austrália, que voltou um pouco melhor no segundo tempo, conseguiu virar o placar antes da metade do período. A Seleção por pouco não fez o terceiro no início, com Debinha infiltrando na área e chutando para tirar tinta da trave. Mas, aos poucos, o Brasil começou a recuar seu posicionamento.

Na marca dos 12 minutos, Lorgazo cruzou, a trajetória da bola enganou a Bárbara e foi morrer no fundo do gol: 2 a 2. Depois, aos 23, após nova bola alçada na área brasileira, a zagueira Mônica tentou cortar e acabou fazendo gol contra. A árbitra precisou do auxílio do vídeo para confirmar o terceiro gol australiano. Na marca dos 46 minutos, após bola na área, Andressa acabou se enrolando com a zagueira australiana. Optando por não rever a jogada em vídeo, a árbitra não marcou pênalti. Nos momentos finais, a Seleção Brasileira até tentou pressionar, mas não conseguiu furar a retranca que a equipe australiana montou.

Com informações da Confederação Brasileira de Futebol

Comentários