Cruzeiro goleia o Universidad Concepción e fica perto das oitavas-de-final da Copa Toyta Libertadaores

0

O Cruzeiro goleou o Universidad Concepción por 5 a 0, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, gols de Guilherme (dois), Cris, Maicon e Leandro pela segunda rodada do returno da Copa Toyota Libertadores da América. Além de vencer, o time aplicou o maior placar da edição 2004. Com mais essa vitória, o time brasileiro soma agora 10 pontos ganhos, sendo o 2o colocado do Grupo 3, somente atrás do Santos Laguna – que tem um a mais – e ficou bem próximo da classificação para às oitavas-de-final da principal competição de futebol do continente como um dos cinco melhores segundos colocados. O Cruzeiro só volta a campo no dia 15 de abril enfrentando o Caracas, na Venezuela, às 22h15 (horário de Brasília), encerrando a sua participação na primeira fase. Enquanto que, no mesmo dia, em casa, o Universidad Concepción enfrenta o Santos Laguna, às 21h15. O técnico Paulo César Gusmão destacou que o Cruzeiro conseguiu o resultado expressivo porque houve a dedicação do elenco. “ Hoje tivemos aplicação, determinação, ajuda mútua. É assim que se constrói um grupo vencedor. Foi traçado um objetivo e todos mundo se ajudou. É um começo para se trilhar um sucesso”. Na opinião do comandante brasileiro, o time soube superar as adversidades. “Apesar de termos feitos cinco gols, o Universidad Concepción tentou fechar os nossos espaços. Mas prevaleceu a tranqüilidade, a técnica e as coisas foram acontecendo. O Cruzeiro fez com que a partida se tornasse fácil”, comentou. Gusmão comentou que o time jogou fácil. “Os jogadores procuraram trabalhar a bola em velocidade e com isso, as jogadas começaram a fluir, aparecer. Eles assimilaram o posicionamento”, destacou. O atacante Guilherme, artilheiro da noite, festejou os dois gols, mas principalmente a vitória. “Ganhamos bem e merecemos. A nossa vitória não teve dúvida alguma”. Sobre os gols, ele lembrou que tem dado sorte no Mineirão. “Estou numa boa fase aqui”. Pela Copa Toyota Libertadores o camisa nove contabiliza três gols. O também atacante Jussiê festejou o bom futebol apresentado pela sua equipe. “O time se encontrou em campo”. Ele reconheceu que fez uma boa partida, mas deu crédito ao técnico Paulo César Gusmão, que é a favor do diálogo. “O PC conversou comigo, deu idéias pra mim, já que sou fechado, e essa abertura favorece a ele e também a nós jogadores”, finalizou. São Caetano perde do América na Copa Toyota Libertadores O São Caetano foi derrotado pelo América por 2 a 1, de virada, no estádio Azteca, no México, pela Copa Toyota Libertadores da América, na estréia das duas equipes no returno. O meia Gilberto inaugurou o placar aos 14 minutos, enquanto que Blanco empatou aos 37 minutos do primeiro tempo. O mesmo atacante fez o gol da vitória aos 24 minutos da etapa complementar. Foi a segunda derrota consecutiva do time do ABC pelo mesmo placar e a segunda vitória consecutiva do adversário. Agora os mexicanos lideram o Grupo 1 com 10 pontos e estão bem próximos das oitavas-de-final da principal competição de futebol do continente. Os brasileiros dividem a segunda colocação com o Peñarol com quatro pontos cada. O São Caetano volta a campo no dia 8 de abril para enfrentar o Peñarol, às 21h15 no estádio Anacleto Campanella, no ABC. No mesmo dia, o América joga em casa com o The Strongest. Outros Jogos – Com dois gols de Galvan Rey, o Once Caldas ganhou do Vélez Sarsfield por 2 a 0, no estádio Palogrande, em Manizales, na Colômbia. O time colombiano permanece na liderança do Grupo 2, com nove pontos, enquanto que os argentinos estão em terceiro lugar, com quatro pontos em quatro jogos. Pelo Grupo 6, jogando em casa, o Libertad só empatou por 1 a 1 com o Tachira. Alvarenga, aos 17 minutos do primeiro tempo, abriu o placar para o time do Paraguai e Beraza deixou o placar igual aos 10 minutos da etapa complementar. O Tachira está em segundo lugar com seis pontos, um a menos que o líder River Plate. O Libertad soma dois pontos ao lado do Tolima Quinta-feira – A Copa Toyota Libertadores tem hoje os seguintes jogos programados: Grupo 2: Maracaibo x Fênix; Grupo 6: River Plate x Tolima; Grupo 7: Guarany x Jorge Wilstermann e Grupo 8: Bolívar x Colo Colo. Regulamento A Copa Toyota Libertadores 2004 está sendo disputada por 36 times representando 10 países: Brasil, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai, Venezuela e México. As equipes estão divididas em nove grupos com quatro times. Na primeira fase as equipes jogam entre si em turno e returno. Classificam-se para as oitavas-de-final campeão de cada chave e os cinco melhores segundos colocados. As outras duas equipes classificadas serão definidas em um mata-mata entre os outros quatro segundos colocados. A partir daí, o esquema volta a ser de séries eliminatórias com partidas de ida e volta. O Brasil está sendo representado por cinco times: São Paulo, Santos, São Caetano, Coritiba e Cruzeiro. O Santos é o atual vice-campeão e conquistou a Copa Toyota Libertadores por duas vezes (1962/1963). O São Paulo já foi campeão em 1992/1993 e volta à disputa da principal competição de futebol da América Latina depois de 10 anos. O São Caetano está disputando a competição internacional pela terceira vez, sendo que em 2002 foi vice-campeão perdendo para o Olímpia, do Paraguai. O Cruzeiro foi bicampeão (1976/1997). O Coritiba disputa o evento internacional pela segunda vez e volta após 18 anos, já que esteve na edição de 1986. Premiação O campeão da Copa Toyota Libertadores da América vai receber US$ 2,1 milhões. Na primeira fase, cada equipe receberá US$ 345 mil por três jogos. Na segunda, US$ 185 mil, na terceira, US$ 240 mil, e nas semi-finais, US$ 330 mil. O vencedor da Copa Toyota Libertadores da América vai assegurar uma das vagas para participar da Toyota Cup – Mundial Interclubes, no final do ano, no Japão, enfrentando o campeão da Copa dos Campeões (Uefa).

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais