Cupons do Gol da Sorte serão limitados

0

O presidente da Federação Sergipana de Futebol, Carivaldo Souza, e o presidente da Associação Desportiva Confiança, Milton Dantas, estão satisfeitos com as regras instituídas pelo governador João Alves Filho para o projeto Gol da Sorte. Segundo Carivaldo, com as novas regras o sorteio está mais transparente e sério, evitando abusos.

Milton Dantas avalia que com as novas regras, os sorteios ficaram mais justos e éticos. Ele disse que os clubes também estão prestando um serviço ao Estado ao conscientizar o torcedor a pedir a nota fiscal de suas compras.

De acordo com Carivaldo Souza, a limitação do número de cupons distribuídos veio inibir fatos que ocorreram no passando, quando se verificava um grande número de cupons nas urnas e um público insignificante nos estádios. “Alguns dirigentes de clubes enchiam as urnas de cupom para se beneficiar com os sorteios”, denunciou.

Ele disse que o número de cupons varia de acordo com a capacidade do estádio, importância do jogo e a renda do ano passado apresentada no borderô dos clubes. Como exemplo, ele deu o clássico Sergipe e Confiança, em que se pode trocar até 10 mil notas fiscais por cupom.
“A limitação é bom para o governo, os clubes e os estádios”, reforçou o presidente da Federação ao agradecer ao governador João Alves a reedição do Gol da Sorte. Ele afirmou que os clubes têm que zelar pela “ética, moralidade, seriedade e transparência dos sorteios”.

Carivaldo disse também, que os estádios estão cheios de torcedores, proporcionando uma melhor renda aos clubes que estão incrementando suas equipes técnicas. O presidente da Federação lembrou ainda, que o Gol da Sorte foi instituído em 1993 no segundo governo de João Alves, tendo sido suspenso devido a irregularidades ocorridas por força do número ilimitado de cupons.

O torcedor que queira participar dos sorteios, tem que trocar a nota fiscal a partir de R$ 40,00 pelo cupom. O presidente do Confiança lembrou, que por força do Gol da Sorte, o governo está podendo repassar em dois meses R$ 500 mil aos 10 clubes sergipanos. O valor repassado para cada time varia de acordo com o tamanho do clube

 

 

 

 

 

 


 
 

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais