Definidas linhas gerais para realização da Copa Alagipe

0

Dirigentes das principais equipes do futebol sergipano estiveram reunidos na tarde de ontem, na sede da FSF com os presidentes José Carivaldo Souza e Raimundo Soares, representando respectivamente, as Federações Sergipana de Futebol e Federação alagoana de Futebol. O assunto em pauta foi o resgate da Copa Alagipe de Futebol, competição que por muitos anos, sempre ativou a rivalidade entre o futebol dos dois estados vizinhos, proporcionando a realização de grandes jogos.

Nessa primeira reunião ficou definido que a competição terá um patrocinador, ou patrocinadores oficiais e caberia a esses patrocinadores arcarem com os custos de arbitragem, transporte e premiação. O projeto da Copa Alagipe será elaborado por uma empresa de marketing e será apresentando ao patrocinador nos próximos dias, para discussão e aprovação.

O estado de Sergipe será representando pelas equipes do Confiança, Sergipe, Itabaiana e Lagartense. Alagoas teria como representante certo até o momento, a equipe do CSA. CRB por participar do Brasileiro da Serie B, ainda não se definiu, enquanto ASA, Penedense, Corinthians e Coruripe lutam pelas outras vagas.

FORMA DE DISPUTA – A competição seria disputada pelas oito equipes, em dois turnos com jogos de ida e volta. O campeão de cada turno estaria classificado para a grande final, em uma melhor de cinco pontos. Em caso da necessidade de uma terceira partida decisiva, a cidade escolhida seria definida através de sorteio. Ao final da reunião ficou definido, que no dia 15 de março os dirigentes voltam a se reunir na capital alagoana, para fechar o projeto. Os jogos seriam realizados às quartas-feiras, de agosto a outubro, sempre nos intervalos dos jogos do Brasileiro da Série C.

Participaram da reunião, os presidentes do Sergipe, Confiança e Itabaiana, Motinha, Milton Dantas e Alberto Nogueira respectivamente e o  Promotor Justiça,  Dejaniro Jonas, representante do Lagartense. A FAF teve ainda o sue vice presidente, José Serafim e a FSF o diretor técnico, Gilson Dória, o Diretor Administrativo Custódio Santana e o assessor Orliandes Barros.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais