Depois da tempestade, viva ao Romário

0

A seleção brasileira de futebol é só sorrisos. Depois de vários fiascos, como os jogos nas Olimpíadas de Sydney, a vitória em cima da Venezuela por 6 a 0 trouxe um pouco mais de tranqüilidade para os jogadores, mesmo a Venezuela não sendo um dos melhores times do mundo e estando na lanterna nas eliminatórias para o Copa de 2004. O mais feliz de todos é o Romário, a língua mais afiada de todos os tempos. Ele está se achando e tem todos os motivos para isso. Com os gols marcados no último jogo, ele se igualou ao Zico como artilheiro da seleção. Ambos têm 68 gols, perdendo somente para o rei Pelé, que tem 95. Na média de gols por jogo, Romário supera o próprio rei: Romário tem uma média de 0,89 gol por jogo e Pelé tem 0,83.

Comentários