Detalhes para os XXI Jogos da Primavera estão em discussão

0

O Departamento de Educação Física (DEF) vem se reunindo constantemente, para definir os detalhes da principal competição estudantil do Estado de Sergipe, os XXI Jogos da Primavera. Já foram realizadas reuniões com dirigentes, professores e técnicos das diversas modalidades esportivas, em disputa. A Secretaria de Estado da Educação decidiu priorizar a aliança entre as federações, com o objetivo de promover e potencializar o esporte sergipano. Na reunião a diretora do DEF, Evânia Chagas, pediu que todos os presidentes elaborem um orçamento de arbitragem para ser avaliado pela Secretaria. Na reunião com os presidentes das federações eles puderam conhecer toda a estrutura dos Jogos e fazer uma análise técnica sobre a organização. O evento acontecerá entre os dias 18 e 26 de setembro e contará com a participação de aproximadamente 150 escolas públicas e particulares. Os Jogos da Primavera retornam após nove anos, trazendo algumas novidades, entre elas a inserção do Karatê e a classificação automática das escolas campeãs (atletismo, xadrez, basquete, voleibol e futebol de salão) para os Jogos Estudantis Brasileiros, que serão realizados no mês de novembro, em Brasília. Durante toda a programação do XXI Jogos da Primavera os funcionários escolhidos pelas federações terão a responsabilidade de supervisionar o andamento da competição. Os supervisores terão fundamental importância para o sucesso dos Jogos, é o que garante Evânia Chagas. O orçamento que será emitido pelas federações deverão conter todos os gastos, incluindo transporte, equipamentos e alimentação e ser entregue no prazo de 15 dias. O governador do Estado, João Alves Filho, assegurou total apoio para a realização dos Jogos e destinou verbas específicas para cobrir todos os custos envolvendo a organização. O XXI Jogos da Primavera serão disputadas nas modalidades: Atletismo, Ginástica Artística, Ginástica Rítmica, Judô, Karatê, Natação, Xadrez, Basquete, Futebol de Campo, Futebol de Salão, Handebol e Voleibol. “Nós temos que valorizar a escola pública e resgatar o esporte nessas unidades”, enfatizou a diretora do Departamento de Educação Física. “Essa é uma oportunidade para mostrarmos nosso trabalho em nível nacional”, acrescentou a diretora. A competição que envolve escolas públicas e particulares é uma referência nacional, favorecendo o intercâmbio esportivo entre os estudantes e estimulando a valorização dos aspectos referentes ao sentido de coletividade.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais