Emanuel Cacho desiste de ser presidente

0

 

Emanuel Cacho, secretário de Justiça e Cidadania

O secretário de Justiça e Cidadania, Emanuel Cacho, disse ontem que não mais pretende ser candidato a presidente do Confiança. Ele ressaltou que tem um carinho muito grande pelo Dragão e não escondeu o desejo de um dia esse sonho se tornar em realidade, mas no momento está exercendo uma função muito importante que lhe foi confiada pelo Governo do Estado e com isso não teria tempo suficiente para comandar os destinos da equipe proletária.

Apesar de desistir de ser presidente, Emanuel Cacho, disse que vai continuar apoiando o Confiança como sempre fez. Ele ressaltou que o próximo presidente e a diretoria contarão com a sua ajuda, no sentido de procurar resolver os principais problemas do clube.

Reunião – O presidente Daniel Bispo se reuniu com os professores Jailton e Alan e Emanuel da Progresso e passou informações sobre a situação financeira do Confiança. Segundo Bispo, alguns pontos inviabilizam a administração do clube, entre elas: passivo trabalhista, dividas com INSS e FGTS e em decorrência disto todas as rendas foram penhoradas.

“Se não forem sanadas essas propostas dificilmente teremos contrato de patrocínio”, disse o presidente, destacando que o Governo Federal pretende criar uma loteria, no sentido de ajudar os clubes a pagarem suas dividas com a justiça trabalhista.

Para Daniel Bispo, o problema do Dragão tem que ser resolvido ontem, no entanto para que seja sanado demanda algum tempo. “ Temos que fazer alguma coisa para não dependermos de esmolas”, disse ele, acrescentando que apesar de tudo vai deixar o Confiança bem melhor daquele que assumiu há dois anos, sem crédito e prestigio.

Nome – Com a relação a possível candidatura de Raimundo Lucas, Daniel Bispo disse que isso não passa de uma brincadeira. “Se ele fosse mesmo candidato teria me procurado. No momento nós temos nenhum candidato. Esperamos até o dia 14 de dezembro apareça alguém que possa disputar as eleições”, disse, ressaltando que existem especulações, inclusive com o nome do conselheiro Milton Dantas.

Daniel Bispo assegurou que teve uma conversa com Milton Dantas e ele disse que tem um sonho em ser presidente do Confiança, mas que agora ainda não é o momento. “ Ele (Milton) é o nosso braço direito e fez um excelente trabalho no departamento de futebol, no entanto ele não dispõe de recursos financeiros para bancar o clube a não ser que ele consiga realizar parcerias com entidades publicas.

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais