Flamengo começa 2005 com mais dinheiro

0

O Flamengo terá mais dinheiro para gastar em 2005, em futebol e no clube, graças ao aumento de receitas. É o que revela o orçamento do clube para 2005, que prevê um crescimento em torno de 20% nas suas receitas em relação ao ano passado. Isso possibilitará maior folha salarial, recursos para contratações e para o Centre de Treinamentos.

No total, o orçamento do Flamengo prevê receitas de R$ 63,7 milhões para o ano, contra pouco mais de R$ 50 milhões obtidos em 2004. Com isso, o clube prevê um gasto total de R$ 61,4 milhões, incluindo pagamento de dívidas.


“O aumento foi obtido com a renegociação de contratos da Globo, Petrobras, aumento de bilheteria e receitas do social”, contou o vice de Finanças, José Carlos Dias.


Desde a gestão de Hélio Ferraz, tem havido reduzido na folha salarial do clube inteiro (futebol e social). Em 2004, gastou-se R$ 3 milhões. É quase um terço da média anual dos dez anos antes de 2002, o que foi possível com demissões e redução drástica no futebol.


Com o clube estabilizado, Dias entende que a folha do futebol pode voltar a crescer, e com a garantia de receita para pagá-la.


“Salário em dia é básico”, afirmou o dirigente.


Para 2005, estão previstos R$ 45 milhões para o futebol, sendo R$ 26,6 milhões em salários só do futebol. Em 2004, o clube gastou pouco mais de R$ 10 milhões.


Neste orçamento, ainda está R$ 3 milhões para pagar cláusulas penais de jogadores (direitos federativos) que interessarem e R$ 1,2 milhão para o CT, entre outros. Fora isso, há previsto investimento na Gávea e nos esportes olímpicos.


O orçamento do Flamengo foi feito com previsão da edição da MP da Timemania, que inclui todas as dívidas do clube. Sem ela, os gastos sofrerão redução de R$ 7 milhões.


Dívidas

Se o Flamengo começa 2005 com situação melhor do que ano passado, a tendência é melhorar a partir de março ou abril. Ou seja, o clube terá capacidade de expandir mais sua folha do futebol nesses meses, com novas contratações.


Isso porque, no momento, várias das receitas do Flamengo estão comprometidas com acordos trabalhistas e cíveis. Mas algumas dessas dívidas serão quitadas integralmente no início deste ano.


“A idéia é crescer a folha. Vamos ter condições de investir mais”, contou o vice de finanças, José Carlos Dias, que tem trabalhado junto com o futebol.


Hoje, o Flamengo tem receita de aproximadamente R$ 5 milhões mensais Só que recebe apenas R$ 3,2 milhões. Das cotas de TV do Clube dos 13, por exemplo, R$ 800 mil são retidos para pagar dívidas.


Ainda há desconto de 15% em todas as receitas para pagar dívidas trabalhistas, através de um acordo dos grandes clubes com o TRT. Segundo Dias, só no ano passado foram pagos R$ 15 milhões em débitos. Ainda foram pagos R$ 11 milhões em impostos.


O clube está fazendo acordos com os funcionários que está demitindo atualmente. Já foram demitidos 200 dos 740 funcionários que trabalhavam no clube.


 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais