Futebol digital pretende reunir adeptos em Sergipe

0

Torneio será realizado entre 15 e 16 de setembro (Fotos: Portal Infonet)

É grande o sonho de muitos jovens em se tornar um jogador de futebol. Mas quem não consegue alcançar este sonho, opta por se tornar um craque dos videogames. Estou falando do futebol digital. O futebol digital é a prática de jogar futebol em um equipamento eletrônico de forma virtual, onde o atleta controla seu time através do comando eletrônico sem ter contato físico com o seu adversário.

Pensando em reunir e divulgar a modalidade no estado, os amigos Ramon Guerra, Luiz Filipe e David Menezes Marques se reuniram e formaram a 'Games Revolution' que vai sediar o 1º Campeonato Sergipano de Futebol Digital.

O Fifa 2012 ocorrerá entre os dias 15 e 16 de setembro de 2012 e a expectativa dos organizadores é que cerca de cem pessoas participem do torneio.  Para participar, os competidores devem se inscrever até o dia primeiro de setembro na Rua São Judas Tadeu, nº 250. O campeão receberá um PS Vita, além de troféus.

O torneio não tem limite de idade e para participar, basta que o competidor goste de futebol. De acordo com um dos idealizadores do torneio, Ramon Guerra, as regras são as mesmas do futebol tradicional. “Regras tem muitas, mas a que a gente prioriza é não falar na hora que uma pessoa tiver jogando, outra pessoa não pode ficar muito próximo, ficar conversando, falando muito alto e não pode haver xingamentos. No sábado vão acontecer as fases eliminatórias. Vamos fazer grupos de quatro pessoas, só passam dois, desses dois a gente vai formar mais outro grupo de quatro pessoas e no domingo a gente vai realizar o mata-mata”, afirma.

David Menezes, Ramon Guerra e Luiz Filipe

Para se consagrar campeão na modalidade, os coordenadores da competição dão as dicas para os iniciantes: “Treino e prática. Primeiro você tem que gostar de futebol. Conhecer o time que você está jogando, os jogadores porque é muito real, a habilidade de cada um, tem que se dedicar, é como se fosse um esporte mesmo”, diz.

Benefícios

Luiz Filipe garante que a principal diferença entre o jogo em campo e o virtual seria o físico. “Você não cansa jogar, mas se você for pegar a regra real e a virtual é a mesma coisa. O jogo está hoje tão próximo da realidade, se vê a face dos jogadores e a tática do jogo de futebol é quase igual à realidade, são muito parecidos. Por exemplo, um idoso que está limitado pode praticar este jogo, melhora realmente e você tem uma recuperação dos movimentos. Para quem não tem, adquire coordenação motora, existem clínicas lá fora que trabalham com vídeo game pra fazer a reabilitação motora de muitos idosos, crianças com dificuldade”, diz.

Espaço onde será realizado o torneio

O Portal Infonet noticiou recentemente que jogos virtuais interativos estão se tornando eficientes não apenas como atividade lúdica, mas como ferramentas complementares na reabilitação de pacientes que se submetem a cirurgia cardíaca.

Futuro próximo

O estado de São Paulo é o que possui um maior número de adeptos desta modalidade. Para os sócios Ramon, Luiz e David, a perspectiva é que o campeonato sirva como seletiva para campeonatos nacionais. “Teve o brasileiro agora de videogame que o campeão foi para Dubai disputar um mundial, ou seja, existem federações. Sergipe ainda não tem, teve, mas fechou. Nós pretendemos ver a viabilidade de abrir esta federação. Feito isso, nós vamos realizar campeonato que o campeão possa ser classificado para chave nacional e da nacional ir para o mundial”, acredita Luiz Filipe.

Por Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais