Gil diz ” o culpado sou eu”

0

O volante do Confiança, Gil, isentou o técnico Freitas Nascimento de qualquer culpa na hora da escolha dos batedores de pênaltis no jogo contra o Vila Nova, sábado passado, no Estádio Lourival Batista e que culminou na desclassificação da equipe proletária na Série C do Campeonato Brasileiro.

Segundo Gil, foi ele quem pediu ao Freitas para bater o pênalti isto porque todos os jogadores lhe deram força após ter perdido uma cobrança durante os noventa minutos. “Nunca fugi da minha responsabilidade. Fui o primeiro a bater, mas infelizmente não consegui converter em gol”, disse o jogador, ressaltando que o objetivo do grupo era levar o Dragão a conquistar a Série C e conseqüentemente disputar a Série B em 2005.

Para Gil, o time se comportou bem nas quatro linhas e poderia ter feito mais gols, no entanto, venceu o Vila Nova por 2 a 0 no tempo normal e nos pênaltis perdeu por 5 a 3. “ Tivemos a chance de garantir a classificação nos noventa minutos, mas não foi possível. Agora o pensamento está voltado para a conquista do bicampeonato estadual e Copa do Brasil”, destacou Gil, acrescentando que tem consciência de que o grupo fez de tudo para trazer alegria aos torcedores proletários, mas infelizmente o objetivo não foi atingido.

Renovação – O capitão disse que tem intenção em permanecer no clube no ano que vem. O volante ressaltou que gosta do Confiança e a depender das negociações o caminho será mesmo o bairro Industrial.

 

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais