História do Confiança

0

Em uma tarde de outubro de 1935, a chaminé da Fábrica Confiança, localizada no Bairro Industrial, estava a todo o vapor. Encerrava ali um torneio de voleibol entre Cotinguiba e Aracaju. Ao final da partida, Epaminondas Vital e Isnard Cantalice, dois atletas idealistas, conversaram com o objetivo de fundar um clube de voleibol e basquete. Após o bate-papo, o dono da fábrica, Joaquim Sabino Ribeiro Chaves, ouviu o apelo de Isnard Cantalice, aderiu e juntos resolveram então dar o ponto de partida na idéia.

No dia 1° de maio de 1936 foi formado então o time de basquete e voleibol com operários da Fábrica Confiança e em 1° de maio de 1949, a Associação Desportiva Confiança lança seu time de futebol. Nascia ali, uma das mais fortes e potentes agremiações do esporte sergipano. Nesse mesmo ano, foram disputadas as olimpíadas operárias com a participação os funcionários.

Somente em 1949, a Associação Desportiva Confiança (ADC) cria seu time de Futebol, realizando diversos amistosos. Em 1950, o time disputa o Estadual, mas devido a antiga Lei do Estágio, acabou perdendo os pontos conquistados e, por isso, saiu do campeonato para realizar amistosos preparatórios. Em 1951, com todos jogadores regularizados, conquistou o estadual com certa facilidade, massacrando o Passagem de Neópolis por 7×1 na final.

Em 1º de maio de 1955, o Confiança, através do seu padrinho, o Dr. Joaquim Sabino Ribeiro Chaves, realizou o sonho de todo time de futebol, construir o seu estádio de futebol, o estádio Sabino Ribeiro. No primeiro clássico no estádio, o Confiança arrasou o Sergipe ao vencer por 6×1. E na decisão do campeonato, depois de vencer o Sergipe por 3×1 no antigo estádio Adolpho Rollemberg, a FSD(atual Federação Sergipana de Futebol), marcou a 2ª partida da final novamente no Adolpho. Não concordando com a decisão, o Confiança desfiliou-se da FSD e, depois do amistoso contra o Olímpico, fechou as portas.

Após meses, surgiram as disputas regionais entre as fábricas aracajuanas. Só que o empresário Carlos Cruz, da Sergipe Industrial, disse que participaria da competição se fosse para jogar futebol contra o Confiança. Como o clube proletário era apenas campeão no basquete e no vôlei, o futebol tinha, até então, um time despreparado composto por Edilberto, Pedro Babu, Bidu, José Antônio, Sílvio, Sandoval, Dão, Mergulho, Romualdo, Pedrinho, Bia, João de Beloniza, Tiao e Alberto. A partir daí, o Confiança tornou-se um time competitivo.

SEDE DO CLUBE

A Associação Desportiva Confiança tem como sede o estádio Sabino Ribeiro, que homenageia o fundador do time e da Fábrica Confiança. O estádio proletário construído no coração do bairro industrial, foi inaugurado no dia 1° de maio de 1955, com o clássico Confiança e Passagem, de Neópolis, cuja vitória foi do time da casa por 2 a 0.  A partir desta data, ele transformou-se em palco de importantes jogos amadores e profissionais.

TÍTULOS

Os últimos títulos do Confiança no Campeonato Sergipano foram conquistados em 2001, 2002 , 2004 E 2008. Ao longo desses anos, o Time Proletário teve grandes nomes como Daniel, Jurandyr Serelepe, Alfeu, Beto, Fiscina, Luiz Carlos Bossa Nova, Ruitter, entre muitos outros.  Da atualidade, os grandes destaques vão para Fábio (goleiro), Gil, Marcelinho (treinou no Vasco da Gama), Lima (meio-campista), Valdson (zagueiro).

No Campeonato Sergipano de Futebol, o Confiança venceu pela primeira vez em 1951. Após essa data, ele tornou-se campeão em 1954, 1962, 1963, 1965, 1968, 1976, 1977, 1983, 1986, 1988, 1990, 2000, 2001, 2002 , 2004 e 2008. Na Copa Governador do Estado o Confiança é tricampeão. A equipe venceu em 2003, 2005 e 2008.

Assessoria de Imprensa/ADC

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais