I Copa Mista de Futevôlei acontece nos dias 13 e 14

0
Calçadão da 13 de julho é ponto do futevôlei na capital (Fotos: Portal Infonet)

Areia, rede, bola. Seria igual ao vôlei de praia, não fosse um pequeno detalhe: a bola não pode ser tocada com as mãos. Este é o futevôlei, uma modalidade esportiva que chegou em Aracaju em 1999 e vem crescendo em todo o Estado. E para abrir espaço para as mulheres nas competições, a I Copa de Futevôlei Categoria Mista será realizada nos dias 13 e 14, a partir das 8h, no Calçadão de 13 de Julho. Na ocasião, duplas sergipanas e de fora do Estado estarão presentes ao evento, que estará aberto ao público.

De acordo com Alberto Mendonça, presidente da Federação Sergipana de Futevôlei, a Copa tem o intuito de divulgar o esporte no Estado. “O evento é uma porta para que no ano que vem possamos promover uma competição puramente feminina. Por enquanto, as duplas são formadas por homens e mulheres, mas estamos confiantes em conseguir formar entre quatro e seis duplas de mulheres no futuro”, diz Alberto.

Crescimento

Atletas em treinamento

Somente em 2012, oito competições já foram realizadas no Estado, e outras quatro estão programadas até o final do ano. Entre elas, a 3ª e 4ª etapas do Circuito Sergipano, que irão se realizar nos dias 10 e 11 de novembro e 15 e 16 de dezembro, respectivamente.

Alberto Mendonça explica o avanço das competições no Estado nos últimos cinco anos. “Antigamente tínhamos apenas 10 duplas jogando. Hoje temos 24, inclusive em nível nacional. E é importante destacar que o futevôlei não é mais praticado de forma centralizada. Ele tem crescido no interior, principalmente em Itabaiana e Lagarto”, comenta.

Segundo o presidente, a inovação do futevôlei é o principal atrativo ao público. “Começamos aqui em Aracaju em uma quadra pequena, com poucas pessoas. O pessoal nos via jogando, e como ninguém tinha visto antes, todos se interessavam. Acredito que a novidade é um dos principais benefícios do futevôlei”, afirma. Alberto destaca ainda o caráter social da modalidade esportiva. “A quadra em que começamos ficava no bairro 18 do Forte. E posso dizer que muitos jovens da região deixaram o crime e melhoraram sua saúde por causa do futevôlei”, diz.

Apesar do crescimento, Alberto Mendonça afirma que o incentivo e a estrutura ainda são reduzidos no Estado. “Atualmente temos apenas a quadra da 13 de julho e a orla para praticar. Na maioria das vezes, ainda temos que apelar para a iniciativa privada”, diz.

Atletas

David 'Ovelha' Soares, 6º lugar na primeira etapa do Circuito Brasileiro

A I Copa de Futevôlei Categoria Mista contará com a presença dos alagoanos tricampeões mundiais Tatá e Pião. Entre os nativos, David ‘Ovelha’ Soares é um dos destaques na competição, jogando ao lado da companheira Cida. Ovelha, recém chegado de competições em Israel, classificou-se em 6º lugar na primeira etapa do Circuito Brasileiro de Futevôlei, realizado em março, em Curitiba. O título representa a melhor colocação já alcançada por um sergipano no ranking.

O atleta destaca a importância da copa no atual cenário do esporte em Sergipe. “Hoje temos grandes atletas no Estado, e a Copa ajuda a descobrir talentos”, diz. Segundo o atleta, o esporte é uma oportunidade para conhecer lugares e pessoas. “Por causa do futevôlei, viajei para o exterior e pelo Brasil. E uma das melhores coisas é que podemos conhecer pessoas de diversos perfis”, conta.

Escolinha

Para quem quiser começar na modalidade, uma escolinha será iniciada a partir de novembro na quadra da 13 de Julho. Pessoas de qualquer idade e sexo poderão participar, sob a orientação do professor David ‘Ovelha’. As aulas acontecerão às segundas e quartas, em duas opções de horário: entre 6h e 7h30 e das 20h às 23h. A data de início e o preço das aulas serão decididos ainda neste mês.

Comentários