Lima é o novo treinador do “Mais Querido”

0

O capitão Lima assumiu o comando técnico do Sergipe, na tarde de ontem, no Estádio João Hora. Ele substitui Elenilson Santos, que foi demitido após o empate em 3 a 3 com Amadense, no último domingo, em Cristinapolis. Apesar de ter aceitado o convite, Lima pretende continuar na carreira de jogador. Ele vai exercer a dupla função em pelo menos os dois últimos jogos desta primeira fase. Nesta quarta-feira, diante do Confiança e no domingo contra o Itabaiana. Após as duas partidas, o capitão espera que um novo treinador seja contratado. A diretoria se reuniu no domingo, à noite e chegou a dois pontos básicos: demitir o Elenilson Santos para evitar o seu desgaste e convidar Lima para ser o treinador e Shumacher o auxiliar técnico. Em entrevista ao Correio de Sergipe, Lima afirmou que será o treinador da equipe até a contratação de um novo profissional, mas não descartou a possibilidade de ficar no cargo se as vitórias forem alcançadas. Lima comanda na tarde de hoje, um treino técnico e tático, onde define os titulares que enfrentam o Confiança, amanhã, à tarde, no Batistão. Para este confronto, ele não contará com os meio-campistas Adrianinho e Mauricio e os atacantes Alisson e Robson Saci. Esses jogadores não haviam sido inscritos na primeira rodada do Campeonato Estadual e por isso não participam do clássico. O atacante Fio é a única baixa de ordem médica. O jogador sentiu uma luxação no ombro direito, mas não deve ser problema para pegar o Dragão. O professor Carlos Alberto Santos Souza comandou um treino físico leve para aqueles atletas que enfrentaram o Amadense, enquanto os que não jogaram, tiveram uma carga maior. Na opinião de Souza, o elenco está em ponto de bala para disputar o clássico.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais