Mais 30 alunos são formados pela Escola de Arbitragem

0

(Foto: Ascom AAPF/SE )

No último final de semana, a Escola de Arbitragem José Carivaldo de Souza – EAJCS – realizou a formatura de 30 alunos. A solenidade ocorreu no Hotel da Fazenda Boa Luz reunindo autoridades, familiares dos formandos e imprensa.  A festa ocorreu no sábado,16. Essa foi a segunda turma formada pela instituição, sendo batizada de Helenice de Oliveira Rocha, ex-secretária da CBF.

“Foi uma grande satisfação contar com a presença de Helenice nessa solenidade. Ela é merecedora da homenagem que fizemos. Trata-se de uma pessoa bastante querida em todo Brasil pelo jeito simples e carismático que sempre exerceu suas atividades. Ela sempre será especial para mim. Minha carreira de árbitro sempre teve o seu fundamental apoio”, destacou o presidente da Associação dos Árbitros Profissionais de Futebol do Estado de Sergipe (AAPF/SE), Ivaney Alves Lima.

Em seu pronunciamento, o presidente da AAPF também ressaltou a importante parceria entre a associação e a faculdade Estácio-Fase. “A instituição de ensino acreditou no nosso projeto e nos disponibilizou a sua confortável estrutura física para realizarmos as aulas desta turma que se forma hoje. Registro meus sinceros agradecimentos em nome da associação e da escola de arbitragem”, destacou.

Escola de Arbitragem 

Fundada em março de 2010, a EAJCS é uma instituição ligada à AAPF/SE. Apesar do pouco tempo de funcionamento, a qualidade da sua formação já ocupa um lugar de destaque no país. Isso porque, desde o princípio, privilegia uma matriz curricular criteriosamente aprovada e estabelecida como ideal em todas as escolas do país.

Desse modo, durante o curso, os alunos aprenderam Regras de Futebol (60h), História do Futebol Brasileiro e Sergipano (2h), Legislação e Código Desportivo (10h), Noções de primeiros socorros aplicadas ao futebol (10h), Ética e Cultura (4h), Súmulas e Relatórios (10h), Psicologia Aplicada à Arbitragem (10h), Preparação Física e avaliações (40h), Nutrição (10h), Árbitro Assistente (10h), Prática e Estágio Supervisionado (30h), Mecânica e Técnica de Arbitragem (20h), Noções de Direito (2h), Espanhol (3h), Inglês (3h), Expressão Oral e Escrita (10h), Policiamento e Segurança nos Estádios (2h), Estatuto de Defesa do Torcedor (2h). No total, são 238 horas/aula, 18 horas a mais que a matriz curricular básica nacional que é de 220h.

Com informações da Ascom AAPF/SE 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais