NATAÇÃO PARAOLÍMPICA BRASILEIRA TREINA EM MACAU

0

 Seleção brasileira de natação paraolímpica está em Macau, se preparando para os Jogos Paraolímpicos de Pequim. A cidade chinesa foi o local escolhido para aclimatação e treinos do Brasil antes da estréia no maior espetáculo do esporte paraolímpico mundial. Na competição, o país será representado por 188 atletas: a maior delegação nacional em uma edição. A Paraolimpíada acontece de 06 a 17 de setembro próximo.
 

Na manhã desta quarta-feira (27/8) a equipe de natação – que terá em Pequim 24 integrantes – treinou o revezamento. O Brasil é forte candidato à conquista de medalhas nesta prova. Daniel Dias e André Brasil, integrantes do revezamento, são referências da modalidade. Juntos, os nadadores possuem seis recordes mundiais.

 

“Atualmente somos detentores do recorde mundial e medalha de bronze. Estamos fazendo essa parte final de treinamento que é um polimento, aproveitamos para aumentar o entrosamento da equipe e analisarmos as melhores formações”, diz o técnico Gustavo Abrantes.

 

Além das conquistas, Daniel e Andre tem em comum a trajetória que seguiram até se tornarem integrantes da seleção brasileira. Os atuais recordistas mundiais, os atletas conheceram o esporte depois de acompanhar pela televisão os Jogos Paraolímpicos de Atenas.

 

Com seqüela de poliomielite na perna direita, Andre Brasil conheceu as piscinas aos seis meses de idade. Com nove anos começou a treinar e durante a adolescência foi atleta no esporte convencional. Em 2005 participou de sua primeira competição paraolímpica, e desde então não parou mais.

 

“Atualmente sou detentor de cinco marcas mundiais e na paraolimpíada competirei em três provas que tenho o recorde, já que as outras não serão oferecidas”, explica o atleta.


Daniel Dias não era atleta, mas sempre gostou de esporte. Após se encantar pelo esporte paraolímpico com os Jogos de Atenas, começou a treinar. Passados dois meses aprendeu os quatro estilos de nado e, em 2006, começou a competir profissionalmente.

 

Atualmente Dias é um dos maiores nadadores paraolímpicos do mundo. Em 2007 foi indicado ao Prêmio Laures, considerado o Oscar do esporte, por sua atuação no Parapan do Rio, quando conquistou oito medalhas de ouro, e dois recordes mundiais. Dias nadará sete provas em Pequim, com chance de chegar a 11 caso participe de todos os revezamentos.

 

“Vai ser puxado, eu vou nadar cinco dias, mas vou ter dois de descanso que vai ser muito bom. Por enquanto eu prefiro pensar em cada dia. Estou muito animado para chegar logo na Vila e começar a competir“, diz.

 

Em Atenas a natação foi responsável por 50% das medalhas de ouro conquistadas pelo país. Atualmente a equipe brasileira de natação paraolímpica está entre as cinco melhores do mundo. A delegação embarca para Pequim no dia 30 de agosto, quando será aberta a Vila Paraolímpica.

 

PATROCÍNIO – Desde os Jogos Paraolímpicos de Atenas, em 2004, a CAIXA é parceira do CPB.  No ano de 2008, as Loterias CAIXA repassaram ao Comitê R$ 6,3 milhões. O patrocínio também está presente no repasse, a 18 atletas por intermédio do Programa Loterias CAIXA Atletas de Alto Rendimento. Além do patrocínio oficial, as Loterias repassam por meio da Lei Agnelo-Piva, 2% da arrecadação bruta de todas as apostas ao Comitê Olímpico Brasileiro e ao Comitê Paraolímpico Brasileiro. Do total de recursos repassados, 85% são destinados ao COB e 15%, ao CPB.

 

Confira a relação de atletas integrantes do Programa: André Brasil; Antônio Tenório; Edênia Garcia; Daniel Dias; Fabiana Sugimori; Odair Ferreira dos Santos; Terezinha Guilhermino; Adriano Gomes de Lima; André Luis Garcia Andrade; Antônio Delfino de Souza; Lucas Prado; Roseane Ferreira dos Santos; Ivanildo Vasconcelos; Shirlene Santos Coelho; Tito Alves de Sena; Yohansson Nascimento e os atletas-guia Jorge Luis Silva e Souza (Terezinha) e Justino Barbosa dos Santos (Lucas Prado).


INFORMAÇÕES ADICIONAIS

Daniel Dias
20 anos, compete na classe S6, (má formação congênita)

André Brasil
24 anos, compete na classe S10 (seqüela de poliomielite)

Gustavo Abrantes
Coordenador técnico da equipe brasileira de natação paraolímpica

Treinamentos
Atletismo – todos os dias  às  8h e 20h de Brasília (19h  e 7h de Macau).

Natação – todos os dias às 6h e 22h de Brasília (17h e 9h de Macau)

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais