No Pará, Confiança empata com Águia e vai a 4 pontos

0

Confiança empata fora de casa vai a 4 pontos

O Confiança começou nervoso, encontrou o caminho do gol no Mangueirão, em Belém, mas acabou empatando com o Águia de Marabá (PA) em 2 a 2, com direito a pênalti duvidoso a favor dos donos da casa. Com o resultado, o Dragão vai a quatro pontos na tabela do octogonal final da série C do Brasileirão.

 

Confira tabela do octogonal final da série C

 

A equipe sergipana ficou perdida no começo do jogo, errando muitos passes. O susto veio com um chute do jogador Gustavo, do Águia, que fez a bola explodir na trave do goleiro Fábio em um pênalti. Em cobrança de escanteio, Soares fez gol olímpico e abriu o placar na capital paraense aos 26 do primeiro tempo.

 

O time do bairro Industrial começou a reagir em campo com o cruzamento de Da Silva para Tailson, que penetrou a área do Águia e chacoalhou a rede e a torcida azulina, empatando o jogo. O primeiro tempo acabou e a igualdade no placar refletia o equilíbrio no desempenho dos times na primeira etapa.

 

Segundo tempo dramático

 

Alcimar marcou o segundo gol do Dragão (Foto: Arquivo Infonet)
Depois do intervalo, os dois técnicos mexeram nas equipes, e o Águia voltou disposto a recuperar a vantagem. O reserva Pery, do clube paraense, entrou no lugar de Adriano e logo avançou na área do Confiança com velocidade, mas foi cortado pelo zagueiro Surubim.

 

Aos 18 minutos do segundo tempo, uma bola trabalhada de Cristiano Alagoano para Alcimar permitiu o segundo gol do Dragão. A alegria da torcida sergipana durou pouco mais de vinte minutos, quando o árbitro sul-mato-grossense, Marcos Mateus Pereira, marcou pênalti a favor do Águia.

 

Segundo um dos bandeirinhas, houve toque na mão do jogador Cristiano Alagoano, o que foi contestado pelo mesmo. Alagoano reclamou com o juiz, e foi expulso da partida. O atacante Soares bateu e o goleiro Fábio não conseguiu segurar, o que deixou tudo igual no maior estádio da região Norte.

 

Torcida promete lotar Batistão na próxima quarta-feira (Foto: Arquivo Infonet)
Após o fim do jogo, Alisson, do Confiança, lamentou a marcação equivocada do juiz e falou que agora é momento de pensar no próximo duelo. Já o capitão Waldson destacou a superioridade do Dragão, mesmo jogando fora de casa e sob os gritos de uma torcida contrária composta por mais de 9 mil pessoas.

 

Desfalques

 

Além de Cristiano Alagoano, o jogador Márcio Alemão, um dos mais queridos da torcida proletária, fez falta e levou o terceiro cartão amarelo na temporada, desfalcando o time na próxima partida. A equipe de Sergipe enfrenta o Campinense (PB) no clássico nordestino da octogonal final da série C na próxima quinta, 16, no Batistão, em Aracaju.

 

Por Glauco Vinícius e Gabriela Amorim

 

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais