Oposição palmeirense admite derrota nas eleições

0

A votação para a eleição do novo presidente do Palmeiras, que comandará o clube no biênio 2005/2006, foi encerrada no Palestra Itália. E as notícias para aqueles torcedores que queriam ver a turma de Mustafá Contursi longe do Palmeiras não são nada animadoras. Ao final da votação, o candidato da oposição, Seraphim Del Grande, deixou o Parque Antarctica já admitindo a derrota no pleito.
Antes mesmo da votação, a oposição palmeirense já demonstrava pessimismo quanto a uma possível vitória nas eleições. Como o Lance! publicou no sábado, quando a diretoria palmeirense lançou a parceria com a Eletropaulo e fez um churrasco no clube para comemorar a inauguração das novas arquibancadas do estádio, Seraphim, usou e abusou da mídia, reconhecendo que perderia e demonstrando simpatia pelo rival.

São 300 conselheiros que votam na eleição presidencial alviverde, mas em média 250 comparecem nas eleições. A situação acredita que terá pelo menos 188 votos. Além do presidente, serão escolhidos também quatro vices e 15 membros do COF (Conselho de Orientação e Fiscalização). Em fevereiro, haverá eleição para o Conselho, quando aí sim votam os sócios.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais