Oposição palmeirense critica Mustafá e promete parceria

0

SÃO PAULO – Ás vésperas da eleição para à presidência do Palmeiras, o candidato da oposição, Seraphim Del Grande, aproveitou para criticar a atual gestão do clube e traçou um breve planejamento, caso conquiste vitória, no pleito que acontece neste domingo, às 20 horas. Seu adversário na disputa presidencial é o candidato da situação, Afonso Della Mônica, que tem o apoio de Mustafá Contursi.

“Não tenho nada contra a pessoa do Mustafá. Nossa crítica é em relação à administração da atual gestão do presidente. Um exemplo foi o rebaixamento para a Série B: uma época em que o Palmeiras não tomava providências necessárias. O time ficou totalmente desestruturado. O (Afonso) Della Mônica, se vencer, pelo menos vai tentar administrar o Palmeiras com competência, porque ele gosta de futebl. Já o Mustafá, não gosta de futebol”, disse Seraphim, em entrevista concedida à “Rádio Jovem Pan”.

O candidato à oposição também afirmou que o Palmeiras precisa de parceiros para se tornar uma equipe vitoriosa: “Hoje, o futebol precisa de parceiros. Uma parceria serve para estruturar um clube. Não dá para fazer um time campeão sem um parceiro forte. E essa é a nossa intenção, caso a gente seja eleito”.

Ainda em relação a disputa à presidência, Seraphim admitiu a dificuldade de conquistar uma vitória. E para tentar dificultar a permanência da situação no cargo, o candidato da oposição tem como lema a modificação: “Será muito difícil ganharmos a eleição. Em 11 anos de trabalho, o Mustafá formou muitos aliados, que agora estão apoiando nosso adversário nessas eleições. Por isso, nossa bandeira nessa campanha é a modificação. O Palmeiras precisa de modificações para se tornar uma equipe de ponta”.

Caso Love

Seraphim Del Grande também não poupou críticas ao atacante Vágner Love por suas manifestações durante o processo de negociações com o Corinthians:

“O Vágner tem todo o direito de se transferir para o clube que quiser. O problema foi a maneira como ele se manifestou. Ele tinha que ter respeito e educação com a torcida do Palmeiras. Não acho certo um jogador vestiar a camisa do rival e dizer que vai arrebentar no Corinthians. Esse aspecto é lamentável”.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais