Por vídeoconferência, FSF participa de reunião com CBF e Federações

0
Presidente da FSF explanou ações dos clubes sergipanos (Foto: Reprodução/FSF)

A Federação Sergipana de Futebol (FSF) juntamente com representantes de outras federações e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) realizaram uma reunião via vídeoconferência, na tarde desta sexta-feira (27/03). O tema foi o atual momento que vive a humanidade com a Pandemia de Coronavírus e os impactos na sociedade brasileira.

Durante toda a reunião os dirigentes buscaram diversas medidas para colaborar com as autoridades, órgãos competentes e principalmente com a sociedade na luta contra o vírus. A CBF irá lançar uma campanha para a diminuição da infecção pelo Covid-19 com o apoio das federações. A proposta é a arrecadação de álcool gel 70%, luvas, máscaras e alimentos. A FSF ressaltou que vai promover também uma campanha de doação de sangue com seus colaboradores, árbitros, atletas, dirigentes e torcedores.

Na oportunidade, o presidente *Milton Dantas* destacou que as equipes do Confiança e do Sergipe colocaram à disposição aos órgãos competentes os alojamentos e as estruturas dos seus centros de treinamentos. Todas as entidades afirmaram a participação na campanha. A FSF ressalta que em nenhum momento foi debatido nada sobre o calendário do futebol sergipano e brasileiro. Nesse momento, o principal foco é combater a Pandemia de Coronavírus e sua disseminação.

Covid-19, no Brasil e em Sergipe

De acordo com o Ministério da Saúde informa, em seu último levantamento, na tarde desta sexta-feira (27), 3.417 casos confirmados do novo coronavírus no Brasil; o número de mortes subiu para 92 – foram 15 óbitos nas últimas 24 horas. Em Sergipe estão confirmados 16 casos. Das 180 notificações, 142 já foram descartadas pelo Estado, ficando 22 como suspeitos, que estão em análise.

Para diminuir a proliferação do vírus o recomendado é que limpe as mãos frequentemente com álcool gel ou água e sabão. Cubra o nariz e a boca com um lenço ou o cotovelo ao tossir e espirrar. Evite ficar muito perto (um metro) de pessoas com sintomas semelhantes a um resfriado ou gripe.

Fonte: FSF

Comentários