Primeiros socorros farão parte da pré-temporada

0

Por Marcos Borges

Antonio Hora fará pré-temporada
Dentre esses fatos, o mais preocupante sem dúvida é o que acometeu o zagueiro no estádio do Morumbi, conhecido como morte súbita. De acordo com vários médicos esportivos e da área de cardiologia, os atletas hoje devem sempre que iniciar uma temporada passar por exames mais rígidos e minuciosos com o objetivo de detectar males que configurem um perigo de morte aos atletas, sejam eles do futebol ou não.
Apesar de não ter sido muito divulgada pela imprensa, a própria Federação Sergipana de Futebol na preparação da pré-temporada dos árbitros há dois anos vem buscando abranger assuntos voltados tanto à área dos primeiros socorros, como também da psicologia esportiva.

De acordo com explicações do próprio diretor de árbitros da FSF, Luiz Eduardo Costa, os árbitros têm obrigações que vão além das quatro linhas do gramado e por esta razão quanto mais conhecimentos que possam ajudar no seu desempenho dentro e fora do campo, melhor. Eduardo lembrou ainda que em relação ao atendimento de atletas, dirigentes ou mesmo espectadores dentro dos estádios, hoje o Estatuto do Torcedor já faz algumas ressalvas em relação a aparelho ou atendimento deixando claro de quem são as obrigações, sejam dos gerenciadores dos estádios ou dos times que estejam na partida com o mando de campo, nem por isso, os árbitros que estejam diante destas situações consideradas em geral drásticas devam ficar omissos.  Esse assunto deve mesmo ficar em destaque ainda durante toda a preparação para a temporada do próximo ano, incluindo aí os árbitros de futebol de todo o país. A Federação Paulista de Futebol já iniciou a sua preparação para o ano de 2005, e dentre os assuntos está o aprendizado em Primeiros Socorros.

O diretor de árbitros da Federação frisou que na próxima temporada os árbitros novamente terão aulas de conhecimentos básicos em áreas que possam ser úteis na atuação dos apitadores dentro e fora dos campos. Eduardo declarou ainda que seria muito interessante que os clubes mesmo os que possuem departamento médico buscassem levar tais conhecimentos aos atletas profissionais para que o ganho aconteça como um todo dentro do futebol e não apenas nos departamentos de árbitros.

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais