Resende quer federação moderna

0

O presidente em exercício da Federação Sergipana de Futebol, Ary Resende, afirmou ontem que a entidade precisa passar por uma reformulação administrativa para melhorar o futebol como um todo. Para ele, a federação necessita de um gerente comercial, que venha canalizar idéias e colocá-las em prática o mais rápido possível. No entender de Resende, o órgão gestor do futebol sergipano não pode e não deve ficar restrito a apenas duas ou três pessoas. “É por isso, que resolvi me afastar por algum tempo da federação”, disse o presidente, acrescentando que quando sentiu que a sua presença não passaria a contribuir com administração da entidade, resolveu tocar os projetos de ordem pessoal. Mas, com o afastamento de Carivaldo de Souza por motivos de saúde, se sentiu na obrigação de assumir a federação e dar continuidade aos projetos desenvolvidos pelo mandato atual. “O Carivaldo tem bons serviços prestados ao futebol e não seria agora que eu ia me furtar de fugir da responsabilidade”, disse Resende, ressaltando que o pensamento é tocar o barco e entregar o cargo ao Carivaldo com o dever cumprido. Com relação ao patrocínio do Campeonato estadual, Ary Resende, lembrou que os entendimentos foram mantidos com o secretário da Fazenda, Max Andrade, no sentido de se criar um projeto para beneficiar o futebol, mas até agora não teve uma posição do secretário.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais