Ribeiro Neto fala dos seus planos como técnico do Sergipe

0

Barroso Guimarães/ Esporte Infonet

 

Freitas ao lado de Ribeiro neto novo técnico rubro

Conforme o Esporte Infonet antecipou na edição de 26 de outubro, Ribeiro Neto é o novo treinador do Sergipe. Ele manteve contato com o presidente Antonio Soares, na última quarta-feira, onde definiu todos os detalhes do contrato. Na manhã de ontem, a diretoria rubra liberava para a imprensa a noticia de sua contratação. 

Na década de 90, Ribeiro Neto teve uma passagem vitoriosa no clube, onde conquistou quatro títulos estaduais em 91, 92, 93 e 95. Foi ele quem lançou Sandoval como meio-atacante. Na época, o jogador relutou, mas acabou se rendendo a visão futurista e em seguida graças ao bom futebol se transferiu para o futebol paulista, passando por várias equipes do futebol brasileiro.

Professor Claudemir Menezes

A pedido de Ribeiro Neto foi contratado o preparador físico, Claudemir Menezes, um profissional que dispensa comentários e conhece a filosofia de trabalho do clube, além de ter conquistado o tricampeonato.

Nesta entrevista ao Esporte Infonet, ele conta como acertou o retorno ao Sergipe depois de quase 10 anos e os planos para o futuro.

Esporte Infonet – Quando você acertou com o Sergipe?

Ribeiro Neto – Na noite da última quarta-feira tive um encontro com o professor Ary Resende e o presidente Motinha, onde depois uma conversa fechamos o nosso retorno ao Sergipe.

Esporte Infonet – Qual será a filosofia de trabalho?

Ribeiro Neto – Será muito interessante, pois valorizará a prata da casa. No final da década de 80, foi feito esse mesmo trabalho, que culminou na conquista do hexacampeonato. Isso é um orgulho para o clube e desses seis títulos tive a honra de participar de quatro: 91, 92, 93 e 95.

O trabalho será esse. Um trabalho de paciência e de projeção, que vamos iniciar no dia seis de dezembro, alicerçado com a maturidade de alguns. Tenho certeza de que nós vamos chegar de novo as grandes vitórias.

Esporte Infonet – Então a prata da casa será o foco principal?

Ribeiro Neto – É um trabalho que eu defendo e tem respaldo da imprensa sergipana. Esse é o verdadeiro caminho para os clubes. Não adianta formar uma boa equipe e quando termina o campeonato tem que desfazer tudo. Jogador revelado nas divisões de base tem amor à camisa e a tendência é ter melhores resultados. Sem contar que esse atleta pode projetar o nome do time em nível nacional.

Esporte Infonet – O Sergipe foi o clube que lhe abriu as portas?

Ribeiro Neto – O único clube que realmente me abriu as portas e não tenho nada a dizer é o Sergipe. Foi ele quem me deu valor e me pagou em dia. Passei por algumas equipes fora do estado como Cascavel, náutico e Ipiranga da Bahia e até hoje não recebi o que deveria.

Esporte Infonet – Ribeiro a torcida tem que ter paciência com a nova filosofia de trabalho que será implantada?

Ribeiro Neto – A cultura do futebol vive de resultados. No entanto, as equipes como Vitória e Atlético Paranaense começam a fazer esse trabalho com garotos de oito anos e toda uma estrutura por trás de cada menino que lamentavelmente o futebol sergipano ainda não tem, mas pode ter agora no Sergipe.

O jogador jovem precisa desse apoio, principalmente quando ele é do futebol sergipano. Nós temos o talento, o diamante bruto, que necessita ser lapidado e para isso requer de tempo.

Esporte Infonet – Além de Sandoval, quem mais você projetou no futebol?

Ribeiro Neto – O lateral-esquerdo Alex, filho do Balança, que se transferiu para o Bahia e o meio-campista Marcinho, que foi negociado para o Sport. Sem dúvida dois grandes jogadores.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais