Secretaria de Esportes e FSF chegam ao acordo sobre aluguel dos estádios

0

O Presidente da Federação Sergipana de Futebol, José Carivaldo de Souza, se reuniu na tarde de ontem com seis, dos dez representantes dos clubes profissionais que participam, do campeonato estadual, para resolver algumas pendências, entre elas, a questão da segurança e o contrato de aluguel dos estádios de futebol. Participaram da reunião os presidentes ou representantes das equipes do Itabaiana, Confiança, Guarany, Maruinense, Riachuelo e Dorense. Sergipe, Lagartense, Olímpico e Amadense, não se fizeram representar. O primeiro assunto tratado foi a presença de uma ambulância com médico e enfermeiro, em todos os jogos, principalmente no interior do estado, em cumprimento a uma exigência do Estatuto do Torcedor. Os presidentes se comprometeram em cumprir a exigência e para isso, contarão com ajuda das prefeituras do interior. BATISTÃO O assunto mais polemico e que motivou a reunião, foi exatamente a minuta de contrato de aluguel do Batistão, apresentada pela Secretaria da Juventude e do Esporte, que continha alguns pontos divergentes e considerados como prejudiciais ao futebol sergipano. Carivaldo Souza iniciou a discussão com os clubes, mas foi informado que o secretário Vovô Monteiro desejava participar da reunião. A presença do secretário Vovô Monteiro foi essencial, porque todos os assuntos foram resolvidos democraticamente e em comum acordo, de forma que agradou não só aos dirigentes de clubes, mas atendeu as reivindicações da FSF, sem com isso prejudicar os interesses da Secretaria da Juventude e do Esporte. De início, o secretário Vovô Monteiro se posicionou, alegando que aquele documento era uma minuta, nada era definitivo e que todos os pontos poderiam, ser discutidos, até se chegar a um acordo. “Não temos o menor interesse em prejudicar o futebol sergipano. Pelo contrário, sou desportista e estou aqui para implementar a política desportiva do Governador João Alves Filho, que é incentivar o esporte, em todos os seus segmentos. O que está faltando é dialogo, entre as partes envolvidas”, garantiu Vovô Monteiro. Acatando proposta do presidente Carivaldo Souza, o secretário cedeu em quase todos os pontos polêmicos do contrato. Ficou definida uma taxa de 7% do valor da arrecadação como aluguel, as preliminares serão administradas pela FSF e a publicidade estática, essa sim será gerenciada pela SEJESP. Os pontos definidos na reunião de ontem à tarde serão colocados no contrato definitivo, ficando acordado entre as partes, uma nova reunião para as 16:00 horas desta quinta-feira, quando será assinado o contrato definitivo.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais