Seleção Brasileira vence EUA por 4 a 2 em Chicago

0

CBF NEWS

No penúltimo amistoso antes das Eliminatórias da Copa, a Seleção Brasileira derrotou a Seleção dos EUA por 4 a 2 no Soldier Field, neste domingo, em Chicago. Onyewu (contra), Lúcio, Ronaldinho e Elano marcaram os gols do Brasil.

Em uma tarde de muito calor em Chicago, torcedores de Brasil e EUA se misturaram nas arquibancadas do estádio Soldier Field para assistir a um amistoso de seis gols, que foi marcado pela volta de Lúcio à Seleção Brasileira, com a braçadeira de capitão.

Logo aos cinco minutos, Robinho tabelou com Maicon, entrou na área e quase abriu o placar. A bola saiu pela linha de fundo.

Três minutos depois, Ronaldinho deu um passe por cobertura para Afonso, que dominou e chutou rasteiro na trave.

Os EUA abriram o placar aos 20 minutos com um gol do zagueiro Bocanegra, de cabeça, depois de cobrança de escanteio.

Aos 32 minutos, a reação do Brasil. Em uma jogada de passes corretos desde a defesa, Ronaldinho Gaúcho tocou para Kaká. O meio-campo chutou rasteiro, o goleiro espalmou, a bola bateu em Onyewu e entrou, contra: 1 a 1.

No segundo tempo, aos oito minutos, Lúcio marcou de cabeça em cobrança de escanteio de Ronaldinho.

Aos 27 minutos, Dempsey marcou o gol que empatou o jogo novamente, em um chute forte de dentro da área: 2 a 2.

Dois minutos depois, Ronaldinho Gaúcho cobrou falta com perfeição no canto direito do goleiro e marcou o terceiro gol do Brasil no jogo: 3 a 2.

Aos 45 minutos, depois de driblar um zagueiro e quando se preparava para concluir, Julio Baptista foi derrubado na área e o juiz marcou corretamente pênalti. Elano cobrou e fechou o placar: 4 a 2.

O Brasil jogou com Doni, Maicon (Daniel Alves), Lúcio, Juan (Edu Dracena) e Gilberto; Gilberto Silva, Mineiro, Kaká (Julio Baptista) e Ronaldinho (Diego); Robinho (Elano) e Afonso (Vágner Love).

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais