Seleção Sergipana conquista medalhas na Copa Nordeste de Ciclismo

0

Nilton Soares foi o destaque
Mesmo sem contar com seus principais valores, uma vez que alguns não puderam viajar, a Seleção Sergipana de Ciclismo conquistou um bom número de medalhas na Copa Nordeste de Ciclismo, competição realizada no último final de semana em Caruaru-PE. Dessa forma, Sergipe teve uma participação destacada na competição, que teve o Rio Grande do Norte como grande campeão. Gideoni Monteiro foi o principal destaque da delegação sergipana. Outro destaque foi Nilton Soares. No feminino, Viviane Lourenço conquistou medalha de prata na sua categoria.

A participação da seleção sergipana na competição regional contou como o apoio do governo do Estado de Sergipe, através da Secretaria do Esporte e do Lazer. O secretário Leó Filho prestigiou a competição, ao lado do Gerente de Esportes Gilvan Costa. Os dois elogiaram a participação de Sergipe na competição, aplaudindo os sergipanos a cada volta, a cada conquista. 

MEDALHAS DE SERGIPE

Gideoni Monteiro conquistou 3 medalhas de ouro na prova Contra-Relógio Individual, Resistência e Circuito, na categoria Júnior.  Edene Bezerra levou 1 medalha de bronze, na prova Contra-Relógio Individual. Roberto Monteiro conquistou medalha de bronze, na prova Contra-Relógio Individual, Osvaldo Dias ganhou  2 medalhas de bronze, nas modalidades Resistência e Circuito, enquanto Nilton Soares levou 1 medalha de prata na prova de Resistência, 1 medalha de bronze no Circuito e Elite. Viviane Lourenço conquistou  1 medalha de prata – Contra-Relógio Individual, 1 medalha de bronze – Resistência, 1 medalha de prata no  Circuito  Feminino. Segundo o presidente Gilvan Fontes, Sergipe foi o segundo estado no número de medalhas conquistadas, nas três modalidades.

Para José Luiz Vasconcelos, presidente da Confederação Brasileira de Ciclismo, a importância do encontro entre estados vai além das fronteiras de onde residem os atletas: “Serve de referência para patrocínios e é um tempero para equilibrar o sabor competitivo do ciclismo, gerando auto-estima e reconhecimento”, definiu o dirigente e ex-ciclista profissional.

 PROFISSIONAIS X AMADORES

A disputa ficou acirrada especialmente nas categorias Elite e Júnior, em virtude de conterem dois integrantes de equipes nacionais. O ciclista José Eriberto Filho defendeu a seleção Norte Riograndense, mas compõe a equipe União/Assis/Amea, além de ser o 34º integrante do Ranking Nacional Elite. O outro atleta decisivo foi o atleta sergipano Gideoni Monteiro, que lutou pela Seleção Sergipana, mas completa o time Peells/Iracemápolis/Nossa Caixa, onde ostenta o 2º lugar no Ranking Nacional Júnior. Ambos pertencem a equipes paulistas e participam de corridas quase todos os finais de semana, sem falar no rigoroso treinamento diário.

CATEGORIA FEMININO

A categoria feminino teve que se contentar com a supremacia de Dilma Calixto da Silva Chacon, da Seleção Norte Riograndense, faturando também três medalhas de ouro, nas três modalidades disputadas. A ciclista potiguar ocupa atualmente a 20ª colocação no Ranking da CBC. A atleta sergipana Viviane Lourenço lutou bravamente e ficou com o segundo lugar na copa, deixando a 24ª posição no Ranking brasileiro.

CLASSIFICAÇÃO 

Masculino: 1º Seleção Norte Riograndense – 2º Seleção Pernambucana – 3º Seleção Cearense -4º Seleção Baiana – 5º Seleção Maranhense – 6º Seleção Paraibana – 7º Seleção Sergipana – 8º Seleção Alagoana – 9º Seleção Piauiense.

Feminino: 1º Seleção Norte Riograndense – 2º Seleção Sergipana – 3º Seleção Paraibana – 4º Seleção Cearense – 5º Seleção Pernambucana – 6º Seleção Maranhense – 7º Seleção Piauiense.

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais