Sergipana alcança conquista histórica no vôlei de praia

0
Cida, Duda e Elize: campeãs (fotos: CBV)

Uma proeza para marcar Sergipe na história do vôlei de praia aconteceu neste domingo, 25. A sergipana Duda Lisboa, de 17 anos, e sua parceira, a capixaba Elize Maia, foram campeãs do Open de Goiânia sobre ninguém menos que Larissa e Talita, a dupla que representará o Brasil nos Jogos Olímpicos de 2016. Em uma partida repleta de viradas, a sergipana a e capixaba bateram as favoritas por 2 sets a 1 – parciais de 18-21, 21-17 e 15-10.

Com a conquista, Duda se tornou a atleta mais jovem da história da modalidade no país a ser campeã do Open. No dia anterior, ela já havia se consagrado como a mais jovem a ir a uma final da competição – que é uma das principais do circuito nacional. A vitória também representa a quebra de uma invencibilidade de 42 jogos das multicampeãs Larissa e Talita. Cida Lisboa, técnica e mãe de Duda, exaltou a partida com a visão particular de quem sente orgulho pela atleta e pela filha.

Duda e Elize no pódio: vitória sobre as favoritas

“O que sinto agora é uma paz, um sentimento bom de dever cumprido. Parece que tudo o que estamos fazendo é bem feito. Já estava bom para nós chegar à semifinal, pois sabíamos da qualidade das quatro duplas que chegam lá. Mas este título é muito bem vindo. A emoção é fora do comum”.

Ainda segundo Cida, o desempenho de Duda e Elize superou até suas próprias expectativas. “Sabíamos que seria difícil porque estávamos enfrentando a melhor dupla do mundo. Sinceramente, nem eu estava crente na vitória, pois todos que as enfrentam perdem. Então deixei bem claro como técnica que elas teriam que se divertir antes de mais nada. O mais difícil nós já tínhamos feito, que era chegar na final”.

A técnica também detalhou como foi a partida. “No primeiro set colocamos três pontos na frente o tempo todo, mas no final erramos dois passes e perdemos por 21-18. No segundo começamos bem, abrimos três pontos e sustentamos até o final em 21-17. Já no tie-break tivemos uma Elize muito inspirada no saque e a Duda começou a defender tudo. Quando fizemos a preparação, decidimos jogar em cima da Larissa. Mas no meio da partida decidimos focar na Talita, e ela começou a ‘entregar’. Até que abrimos 14-10 e a Duda fez o ponto final”.

O próximo compromisso de Duda será no brasileiro sub-21, em Manaus, em parceria com a sergipana Tainá Bigi.

Por Igor Matheus

Comentários