Slackline cresce e ganha adeptos em Sergipe

0

Número de adeptos do Slackline tem crescido (Fotos: Portal Infonet)

Já foi o tempo em que pensar em esporte de praia era lembrar apenas de surf, vôlei ou frescobol. Há alguns anos no Brasil, o slackline é uma ótima opção de distração, principalmente para testar a concentração e o equilíbrio. Arquimedes Josué Marques, coordenador da equipe Adventures Slack Teens, explica que o esporte é muito simples e para todos, mas que é preciso estar acompanhado de alguém mais experiente.

“O esporte é para todos, mas é importante estar sempre acompanhado de pessoas que já tem um pouco de prática, para que exista uma orientação com a questão da segurança. Para os iniciantes, desenvolver a concentração e o equilíbrio é essencial. Depois de um determinado tempo de prática a ousadia nos movimentos é que faz o esporte se tornar emocionante e profissional”, diz o coordenador.

O slackline é um esporte simples e não exige muito investimento para ser praticado. São necessários apenas dois pontos para ancoragem que podem ser árvores, postes, ou qualquer tipo de estrutura bem afixada ao chão e é preciso também adquirir um kit que contém uma fita plana de 50 milímetros, uma catraca para esticá-la e protetores para árvore.

Arquimedes Josué Marques, coordenador da equipe Adventures Slack Teens

“Para quem quer começar, já é possível adquirir o equipamento em algumas lojas de esporte aqui do estado. Depois de adquirir, as pessoas podem nos encontrar, estamos sempre praticando aos sábado e domingos, depois das 19h, em frente à pista de skate da orla. Poderemos dar as primeiras orientações e trocar algumas experiências, novos adeptos são sempre bem vindos”, convida o coordenador.

Wendel Batista, praticante do esporte há nove meses, diz que sempre gostou de esportes radicais e que o motivo de ele ter escolhido continuar com o slackline foi a motivação gerada pela rápida evolução conseguida. “Eu sempre gostei de esportes e sempre tentei coisas novas, mas o que me prende aqui é a capacidade de evolução rápida, e a cada nova manobra existe a vontade de ir além. As dificuldades enfrentadas com o corpo, com o equilíbrio, concentração e a necessidade de muita coragem tornam esse esporte o melhor de todos os que pratiquei até hoje”, diz Wendel.

Campeonatos

Wendel Batista, praticante do esporte há nove meses

Arquimedes conta que Sergipe já promoveu dois campeonatos, um no ano de 2011 e um em maio de 2012. A vontade da equipe Adventures é continuar promovendo o esporte através de eventos para que ele continue crescendo.

“Nós já estamos pensando em outro campeonato, para ser realizado até novembro e também pensamos em promover um encontro de praticantes de slackline, para que experiências possam ser trocadas e objetivando ter um maior número de praticantes representando nosso estado nos próximos campeonatos", diz Arquimedes.

Por Janaina de Oliveira

Confira a equipe Slack Teens em ação:

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais