Técnicos avaliam vitória da Alemanha sobre a China

0
Silvia Neid: satisfeita com a organização da equipe (Fotos: Igor Matheus/ Portal Infonet)

Enquanto as superpoderosas americanas caíram fora das Olimpíadas diante da Suécia, um outro favorito à medalha de ouro, a Alemanha, confirmou sua posição e eliminou a China por 1 a 0 na Fonte Nova. Após o jogo, os técnicos comentaram o resultado.

Para o francês Bruno Bini, técnico da China, a derrota não o impediu de sentir orgulho de suas atletas. “Foi um dos melhores jogos de nossa defesa. Mas o futebol é assim. O que quer que aconteça na partida, não podemos mudar. Nem mesmo o pênalti que perdemos nos últimos minutos”.

O treinador também destacou o quanto jogar com uma jogadora a menos – Wang foi expulsa no segundo tempo – afetou seu time”.   “Depois do cartão vermelho, como vocês puderam ver, o jogo acabou para nós. Sentimos falta de alguém na posição. Mas as jogadoras deram seu máximo. Hoje perdemos de 1 a 0 do segundo melhor time do mundo”.

Já a técnica da Alemanha, Silvia Neid, destacou que apesar das oportunidades perdidas, achou o resultado de 1 a 0 normal. “Foi um jogo difícil e estou satisfeita com o resultado. Talvez na semifinal possamos marcar mais gols”. A treinadora também mostrou satisfação com o equilíbrio do grupo. “Estou muito feliz com nosso comportamento defensivo. Tivemos um bom equilíbrio no posicionamento em campo. Claro que houve a situação do pênalti, mas mesmo assim permanecemos organizadas”.

Bruno Bini: orgulho de suas atletas

Por fim, Neid comentou o resultado que assombrou os fãs de futebol feminino nas quartas de final: a eliminação dos Estados Unidos pela Suécia nos pênaltis. “Ficamos muito surpresos. A Suécia não jogou muito bem sua primeira fase e os Estados unidos eram favoritos para a medalha de ouro. Lamento pelas americanas, mas por outro lado estou feliz pela técnica sueca que conseguiu reorganizar seu time”.

Por Igor Matheus
De Salvador-BA

Comentários