Tenista de 17 anos comemora bom desempenho na carreira

0
Vinicius treina 8h diárias para fortalecer estatura física (Fotos: Portal Infonet)

Mão pesada, estilo ofensivo e uma estatura física que quem vê, nem acredita que o tenista Vinicius Gomes tem apenas 17 anos. Unindo todos esses ingredientes, o garoto deslanchou de vez no esporte e sustenta o rótulo de jovem talento do tênis, graças aos bons resultados conquistados nos dois últimos anos de competições. Em 2016, por exemplo, o garoto participou de três torneios somente em abril – um deles que contou com a participação de apenas 16 brasileiros, justamente aqueles melhores posicionados no ranking mundial da categoria até 18 anos.

“Foi o Rendez-Vous a Roland Garros. Fui um dos selecionados e consegui me apresentar bem à nível internacional. Isso só foi possível porque eu vinha treinando forte e tanto é que nos outros dois torneios [etapa de Minas e do Correios] também fiz boas campanhas. Saí desse período de competição mais confiante e ciente de que estou em um bom nível técnico”, contou Vinicius.

Gráfico do desempenho do atleta (Foto: Edição/Reprodução CBT)

Os números do jovem talento são impressionantes para uma temporada ainda em início. Pelo site da Confederação Brasileira de Tênis (CBT), o atleta registra um aproveitamento de 82,35% nesse primeiro semestre, triunfando em 14 das 17 partidas disputadas. A evolução no desempenho do atleta é motivo de orgulho para a mãe e fiel escudeira do garoto, Katia Gomes. “Acompanho a luta dele, as horas árduas de treinamento e todas as coisas que ele teve de abrir mão. Então é muito satisfatório quando se chega a um bom resultado. É a alegria dele e consequentemente, o meu orgulho”, afirma.

E na estrada em busca de chegar um dia ao nível dos seus ídolos, o brasileiro Gustavo Kuerten – um dos maiores atletas que a modalidade já teve; e o espanhol Rafael Nadal, atualmente top 5 no ranking mundial, Vinicius Gomes dedica 8 horas diárias de treino entre as segundas e sextas-feiras, sempre de olho no ranking da sua categoria. O próximo passo nos planos do atleta é a transição para o patamar profissional, feita através dos rankings ATP. Para isso, Vinicius tem enfrentado atletas mais velhos da categoria até 23 anos, tudo por um melhor desempenho nos momentos decisivos.

“É uma fase bem mais puxada, onde preciso pontuar bem, melhorar o físico e o mental para aguentar esses jogos importantes. Por isso é importante fortalecer o treino agora e competir com mais velhos que eu e assim poder evoluir meu jogo aprendendo com a experiência deles. Isso vai me ajudar nas horas ‘H’ e momentos que requerem frieza durante a partida”, avaliou o tenista.

Abraço apertado na mãe, 'treinadora' e fiel escudeira

Depois de boas campanhas e de estar entre os oito melhores em competições internacionais no Chile e Paraguai, Vinicius viaja na próxima segunda-feira, 9, à São Paulo, para um torneio interclubes qual foi convidado. A mãe, vai coladinha com o filho, garantindo prestar o apoio moral e também técnico. “Um pouco dos dois. É importante ele ter alguém para confortá-lo nas competições e na mesma medida aconselhar. Com o tempo, a gente [pais] que acompanha aprende a ter sensibilidade para notar as dificuldades do filho, como clima, ou até mesmo alguma característica do adversário”, finalizou a mãe, acalentada por um abraço suado do filho, retrato de muito esforço e talento.

Por Ícaro Novaes e Aisla Vasconcelos

Comentários