Tenista de SE é destaque em nível internacional

0

(Foto: Ascom Semel)

Garra, força, técnica, perseverança, vitórias. As palavras expressam algumas características do supercampeão das quadras nacionais e internacionais, o tenista sergipano Victor Maynard. O atleta é patrocinado pela Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel).

Neste segundo semestre, o atleta treina para uma série de competições mundiais pelo estado de São Paulo, nas cidades de Americana, Lorena e São José do Rio Preto. “Para a disputa destes campeonatos, meus treinamentos têm sido planejados. É importante cuidar da parte física, técnica e mental”, disse Victor Maynard.

“Em média, treino seis horas por dia. São três horas nos trabalhos físicos e mais três nas quadras. De segunda a sábado, realmente, não tenho folga. Em nenhum momento, posso me desconcentrar e deixar de me cuidar. O objetivo é sempre conquistar excelentes resultados para Aracaju e o Estado de Sergipe”, explicou.

Segundo ele, atualmente, está entre os 20 melhores tenistas do Brasil e entre os quatro do Nordeste. “Um dos meus maiores objetivos é conseguir, cada vez mais, pontuar no ranking da ATP e disputar torneios em nível internacional, como por exemplo, Roland Garros, US Open, Australian Open e Wimbledon”, destacou, enfatizando que é o único sergipano da história a pontuar na Associação de Tenistas.

De acordo com o secretário Antônio Hora Filho, a Semel se sente honrada em poder compartilhar com o sucesso dos atletas bolsistas. “Victor, futuramente, ao disputar um Grand Slam, deixará Aracaju orgulhosa. São exemplos como esse, que reforçam a certeza de que o Programa Bolsa-Atleta, marcará definitivamente a história do esporte aracajuano”, declarou o secretário.

Títulos conquistados

Este ano, Victor Maynard conquistou excelentes resultados em Campeonatos Mundiais. “Fui vice-campeão mundial nas etapas de Lages, em Santa Catarina, Lima, no Peru, e terceiro colocado em Fortaleza-CE. Além disso, ganhei o Campeonato Brasileiro em Salvador (simples e duplas) e fui vice-campeão profissional brasileiro em Maceió”, ressaltou.

Início de carreira

A paixão pelo esporte começou desde pequeno. De acordo com o supercampeão das quadras, tudo começou com o incentivo do pai que jogava tênis. “O interessante é que, aos oito anos, ficava brincando com meu irmão na garagem de minha casa. No meio, colocávamos as cadeiras como se fossem a rede. A partir daí, fiz a matrícula e comecei a freqüentar as aulas na antiga Associação Atlética de Sergipe. De lá pra cá, não parei mais”, salientou.

Fonte: Ascom Semel

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais