Velocidade e emoção dominam o Brasileiro de Motocross

0
A 6ª Etapa foi realiza em Aracaju. (Foto: Arquivo Infonet)

Velocidade, emoção, adrenalina, manobras radicais, habilidade, força. Assim, foi a 6ª Etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross,nas categorias MX1, MX2, MX3 de 65, 85, 150, 180 e 230 cilindradas, realizada no Motódromo Jurinha Lobão,na orla de Atalaia. A competição foi patrocinada pela prefeitura, através da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel).

Pela segunda vez consecutiva, a capital sergipana foi palco do Brasileirão, motivo de orgulho para o secretário Antônio Hora Filho.“A realização da 6ª etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross consolida a cidade de Aracaju no calendário oficial da competição. O prefeito Edvaldo Nogueira e a Semel não mediram esforços para patrocinar o evento e divulgar o nome da cidade da qualidade de vida para o Brasil e para o mundo”, explicou.

“Observamos nesta competição, os grandes canais de televisão do Brasil, como por exemplo, ESPN, Sport TV e Globo fazendo a cobertura do campeonato, além de pilotos de outros países, que dominaram as provas. Isso para nós é muito gratificante”, ressaltou.

Para Antônio Hora, outro ponto positivo para Aracaju, foi o fato de que o Motódromo Jurinha Lobão tem uma pista excepcional e que foi elogiada pelos pilotos. “É mais uma maneira de nos deixar felizes porque mostra que a nossa cidade, além de um clima aprazível e do deslocamento fácil, também possui excelentes locais para a prática esportiva”, declarou, parabenizando a organização do evento e os pilotos vencedores.

Hora também fez questão de citar o Programa Bolsa-Atleta da Prefeitura Municipal de Aracaju, por meio da Semel. “Neste esporte, o motocross, temos um bolsista que é o Rodrigo Lama. Ele é um grande piloto e possui todas as possibilidades de melhorar sua performance este ano”, salientou.

“Recentemente, o pai do Lama, o Juvenal Alves, disse que o Bolsa-Atleta foi principal fator na manutenção do motociclista continuar competindo, pois o mesmo já se encontrava desestimulado e sua inclusão no programa o fez motivar novamente”, esclareceu Hora.

O vice-presidente da Confederação Brasileira de Motocross, Juvenal Alves, afirmou que o sergipano é um apaixonado pelo esporte. “Esse clima contagiou as pessoas e também os pilotos. Durante a semana, só se falava na expectativa para esse Campeonato Brasileiro. Agradeço a presença do público de mais ou menos 10 mil expectadores”, enfatizou.

Estrangeiros dominam

Um dos estereótipos desta 6ª Etapa do Brasileiro de Motocross, realizada em Aracaju, foi o espanhol Carlos Campano, que venceu na categoria MX1. O inglês Adam Chatfield também demonstrou regularidade e chegou na segunda colocação, enquanto o californiano Sean Collier ficou em terceiro lugar. O piloto Milton Becker, o “Chumbinho” foi um dos destaques do Brasileirão de Motocross e venceu a prova, na categoria MX3.

Fonte: Ascom Semel

Comentários