Advogado pede impugnação de suplente de Rogério

0
Gilberto: candidatura na berlinda (Foto: Arquivo Portal Infonet)

Está sendo questionada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) a candidatura do médico Gilberto dos Santos, indicado pelo PT como primeiro suplente do deputado federal Rogério Carvalho (PT) na disputa da vaga do Senado. Pelos argumentos da acusação, o médico não se desincompatibilizou em tempo hábil da função administrativa que exercia no Hospital de Cirurgia, uma entidade sem fins lucrativos que recebe verbas públicas para prestar assistência médica à população atendida pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Conforme explicações do advogado Fabiano Feitosa, que defende os interesses da aliança pela candidatura do senador Eduardo Amorim (PSC) ao Governo do Estado, o médico deveria ter se afastado do cargo no Cirurgia no início do mês de abril. Mas o afastamento dele só foi registrado no dia 30 de junho, segundo Feitosa. “Temos provas que ele assinou documentos como diretor-presidente da Associação Beneficente Hospital de Cirurgia depois do prazo”, revelou o advogado.

Além de questionar esta candidatura, o advogado protocolou pedido de impugnação junto ao TRE contra os ex-prefeitos Luciano Bispo (PMDB) e Carlinhos de Brejo Grande (PSB), que pediram registro para disputar vagas na Assembleia Legislativa. Contra os dois, segundo o advogado Fabiano Feitosa, pesam decisões judiciais: por improbidade administrativa contra Luciano Bispo e por crime eleitoral contra Carlinhos de Brejo Grande.

O advogado Alexandre Figueiredo, que defende os interesses da coligação que dá sustentação à reeleição do governador Jackson Barreto, não vê fundamento para impugnar a candidatura do médico Gilberto dos Santos. “É uma questão simples de prova, vamos apresentar o documento que prova a desincompatibilização e não há disfunção jurídica”, observou.

Já contra Luciano Bispo, o advogado admite se tratar de uma questão mais complexa. “Eu preciso olhar os processos individualmente”, resumiu, garantindo que posteriormente divulgará a tese da defesa em favor do ex-prefeito de Itabaiana, Luciano Bispo.

O deputado federal Valadares Filho, presidente do PSB, também se manifestou, informando que Carlinhos de Brejo Grande desistiu da disputa eleitoral e que o partido não indicará substituto.

O prazo para o pedido de impugnações de candidaturas terminou às 19h deste sábado, 12. O Portal Infonet tentou fazer um balanço das ações ajuizadas no TRE, mas não obteve êxito. Na sexta-feira, 11, o Ministério Público Eleitoral confirmou que há outros pedidos de impugnação em tramitação e garantiu que faria um balanço na próxima segunda-feira, 14.

O advogado Alexandre Figueiredo, que defende os interesses da coligação pela reeleição de Jackson Barreto (PMDB), também anunciou pedidos de impugnação contra uma série de candidatos. Entre eles, os empresários Augusto Franco Neto, indicado a vice de Amorim, e Edivan Amorim que disputa vaga na Assembleia Legislativa, o deputado federal André Moura (PSC) e também do ex-conselheiro Reinaldo Moura, que também disputa vaga na Assembleia.

O advogado Fabiano Feitosa considerou que todos os pedidos de impugnação feitos pela coligação adversária aos Amorim serão facilmente defendidos. “É um devaneio [dos adversários] para criar factoide político”, resume Feitosa, numa referência ao pedido de impugnação da candidatura do empresário Edvan Amorim.

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais